Veja nossas 10 dicas para pagar dívidas sem aperto

pagar dívidas
Exija seus direitos sem sair de casa

Você está com endividado e não sabe como pagar dívidas sem apertar o orçamento?

Não se preocupe! Preparamos 10 dias de como pagar dívidas a partir de um planejamento financeiro que com certeza vai funcionar pra você. Acompanhe!

Se você não se planejou bem e acumulou dívidas, chegou a hora de reverter a situação!

Muitas pessoas pensam que não é possível pagar dívidas por não ganharem o suficiente.

Realmente é desafiador! Mas com planejamento e determinação é possível pagar suas dívidas sem maiores problemas.

Quer saber como pagar dívidas, mas não sabe por onde começar? Acompanhe!

Primeiramente, é importante reconhecer a sua situação, partir para a ação e se organizar financeiramente para não ficar endividado novamente.

Acompanhe este artigo e saiba das principais dicas para você quitar suas dívidas.

Você não está sozinho! Os brasileiros estão com dificuldades para pagar dívidas

Se você acha que é a única pessoa do Brasil com dificuldade para pagar dívidas, você está enganado!

O percentual de endividamento das famílias brasileiras chegou a 66,5% em maio de 2020.

Esse número tem base nos resultados da primeira Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) realizada após o início da pandemia no Brasil.

Esse mesmo percentual ficou em 63,4% em maio de  2019. O cálculo inclui fatores como: dívidas em empréstimo pessoal, cheque pré-datado, cheque especial, seguro, cartão de crédito, carnês e prestação de carro

Além disso, a porcentagem de famílias que declaram que não tem condições de pagar dívidas e contas aumentou 0,7% de abril à maio de 2020, chegando a 10,6% de famílias.

O tipo de dívida mais apontado entre os brasileiros continua sendo o cartão de crédito: 77,6%. Carnês (17,5%) e financiamento de veículos (10,2%) permanecem na segunda e terceira posições, respectivamente.

De acordo com o presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), José Roberto Tadros, o aumento do endividamento está baseado na ampliação do crédito.

Esse aumento tem como objetivo manter o poder de compra das famílias durante a pandemia do coronavírus.

Para ele, “(…) a queda expressiva dos juros e da inflação reduz, respectivamente, o custo do crédito e a pressão sobre a renda, incentivando o endividamento.”

Leia também: Como pedir empréstimo pessoal para negativados

Não organizou sua vida financeira? Então vai ficar difícil pagar dívidas

O grande problema da falta de organização financeira é que seus resultados ficam comprometidos, e sua vida financeira pode acabar se tornando uma bagunça.

Existem erros que são cometidos e , muitas vezes, passam despercebidos.

Mas esses deslizes podem ser muito prejudiciais para o nosso orçamento.

Um desses erros é o de comprometer o salário antes mesmo de você recebê-lo. Isso acontece quando você faz muitas compras a prazo ou então faz promessas de pagamento antes mesmo que o dinheiro esteja no seu bolso. 

Além disso, outro erro bem comum é gastar mais que a sua capacidade financeira.

Esse erro geralmente está acontecendo quando precisa pedir dinheiro emprestado constantemente, ou sempre chega ao final do mês sem dinheiro.

Parte desse erro deve-se ao consumo exagerado e aos gastos não necessários de uma maneira geral.

É normal que você esteja exposto a diferentes ofertas, promoções e liquidações imperdíveis e se sinta até mesmo pressionado a adquirir esses itens. 

Conhecendo quais erros você está cometendo na sua gestão financeira, você poderá corrigi-los e garantir que suas finanças pessoais fiquem em dia!

Para encerrar o ciclo de mau endividamento de uma vez por todas, é preciso aprender a organizar melhor seus gastos, partindo do quanto você recebe mensalmente e o quanto possui de dívidas. 

Se você nunca fez planejamento financeiro, não deixe de ler nosso conteúdo explicando tudo sobre o assunto e te ensinando como se organizar financeiramente.

Além disso, você também pode baixar nossa planilha de organização financeira.

Como pagar dívidas? Como me organizo financeiramente para isso?

É fundamental saber como se organizar financeiramente.

Realmente, parece uma afirmação óbvia, mas na prática a coisa pode ficar bem complicada.

É comum achar difícil a administração de suas próprias economias.

Mas não se preocupe, pois a maioria das pessoas não tem um bom contato educação financeira antes de chegar a fase da vida em que precisamos organizar nossas contas e gastos.

O mais importante é que, quanto antes você se organizar e colocar em prática novos hábitos, melhor!

As dívidas realmente são as grandes vilãs na vida das pessoas desorganizadas financeiramente.

Com o acúmulo de débitos, a sensação é de que tudo que você ganha é usado apenas para pagar dívidas e os juros que vêm junto.

O resultado disso é que que parece impossível se organizar, pois não há dinheiro suficiente para emergências e até mesmo para pagar as contas do mês.

No fim das contas, a solução é: encare o problema! Liste suas dívidas e valores e parta para a renegociação com os credores.

Mas não esqueça que, antes de fazer uma proposta, você precisa analisar o seu orçamento financeiro e calcular o valor que poderia pagar para não se endividar novamente lá na frente.

Se você nunca negociou dívidas antes, clique aqui, que vamos te ensinar tudo sobre o assunto.

Quer pagar dívidas de uma vez por todas? Veja nossas dicas!

Apesar de não existir uma fórmula mágica para saber como pagar dívidas, existem algumas práticas que você pode adotar para organizar sua vida financeira e inclusive se prevenir desse problema.

Veja nossas 10 dicas para pagar dívidas e sair do vermelho imediatamente! Acompanhe.

1. Crie metas para pagar dívidas

Defina objetivos a serem cumpridos em um determinado tempo.

Com uma meta em mente, você consegue separar suas dívidas por prioridade e criar estratégias. Comece pagando as que estão com os juros mais altos, por exemplo.

Com isso você pode, por exemplo, dividir as metas por mês e dar um passo de cada vez.

2. Anote os gastos para pagar dívidas

Comece a anotar tudo! Faça isso para ter um melhor controle das suas contas.

Anote todos os seus gastos. Assim, você sabe onde o seu dinheiro está sendo gasto e consegue se organizar melhor para conseguir separar todo mês um valor para pagar dívidas. 

3. Corte gastos desnecessários para pagar dívidas

Corte gastos desnecessários! Se você está com dívidas esse é o momento para não gastar com coisas supérfluas.

Por isso, reduza alguns gastos desnecessários até que suas dívidas sejam quitadas, isso pode parecer pouca coisas, mas pode fazer você ficar livre de dívidas mais rápido.

4. As pessoas precisam saber que você quer pagar dívidas

Deixe clara sua situação financeira para a sua família!

É importante envolver seus familiares na organização do orçamento e deixar claro que você está buscando economias para quitar suas dívidas.

Cada membro da sua casa pode lhe ajudar a economizar. Com a família alinhada, os gastos da sua casa podem diminuir e então sobrar mais para que você possa pagar suas dívidas sem aperto.

5. Quer pagar dívidas? Organize seu orçamento

Organize o orçamento! É fundamental que você organize seu orçamento para sair do vermelho.

Existem aplicativos, sites, planilhas que podem lhe ajudar nessa organização.

Mas o mais importante é que você anote o dinheiro que você recebe e o que gasta no mês, assim você consegue saber com o que mais gasta e readaptar suas finanças para conseguir ficar livre das dívidas.

6. Renda extra para pagar dívidas

Busque uma renda extra! Se depois de você cortar gastos, se organizar e planejar tudo a conta ainda não fecha, sua renda não é suficiente para que você consiga se livrar das dívidas.

Nessa situação, o caminho pode ser uma renda extra. Pode ser com um trabalho nas horas que estavam livres, bicos nos finais de semana ou mesmo com vendas.

Qualquer valor que entrar no seu orçamento a mais que a sua renda já planejada pode lhe ajudar para que você volte  a ter uma boa saúde financeira.

Se você não sabe por onde começar, temos dois conteúdos que podem te ajudar! O primeiro te ensinando como ganhar dinheiro na quarentena e o outro com os melhores aplicativos para ganhar dinheiro.

7. Negocie com os credores para pagar dívidas

Negocie com os credores! Com o orçamento já organizado, procure os seus credores das suas dívidas! Quando você já tem o dinheiro em mão é bem mais fácil negociar e conseguir descontos.

8. Priorize pagar dívidas com os maiores juros

Quer saber como pagar dívidas com juros absurdos? A resposta está na priorização.

Caso você tenha mais de uma dívida, sempre priorize as dívidas com os maiores juros!

Com isso você pode evitar que sua dívida cresça mais que o que você pagar. Dívidas com juros altos podem virar uma bola de neve.

9. Quer pagar dívidas? Não compre por impulso

Pesquise antes de comprar! Pesquisar antes de comprar produtos é a garantia de fazer melhores escolhas e comprar pelo melhor preço.

Dessa forma, você economizar para arcar com seus compromissos e ter uma vida financeira saudável.

10. Depois de pagar as dívidas, faça uma autoavaliação

Se você quis saber como pagar dívidas, com certeza estava precisando rever a forma que administra seu dinheiro.

Pensar em como acabou contraindo dívidas é importante para você evitar inadimplências futuras. Uma dica importante é que assim que você pagar suas dívidas, comece a criar um fundo de emergência.

É importante manter uma reserva de emergência correspondente ao valor que você precisa para um período de três a seis meses.

Com isso você possui mais segurança, principalmente caso esteja contando com uma fonte renda para o próximo mês e acabe perdendo ela de uma hora para outra, por exemplo.

Gostou das nossas 10 dicas de como pagar dívidas? Esperamos que você coloque em prática, fique com o nome limpo e uma vida financeira mais saudável!

Ah, e lembre-se que você pode contar com a Resolvvi se tiver problema envolvendo nome negativado indevidamente. Quer saber mais? Clique aqui.