Como fazer um empréstimo sem complicação?

Giovanna Damasceno da ResolvviEscrito por Giovanna Damasceno da Resolvviem 12 de setembro de 2020
Como fazer um empréstimo sem complicação?
indique e ganhe

Você sabe como fazer um empréstimo sem cair em burocracias? Neste conteúdo, vamos te explicar como pedir um empréstimo sem complicação! Acompanhe a leitura.

nome negativado injustamente_banner

Hoje existem muitas ofertas de crédito no mercado, e isso vem crescendo cada vez mais, principalmente com a digitalização bancária pela qual passamos no nosso país.

Porém, muitas pessoas não sabem como fazer um empréstimo, caindo nas burocracias e, muitas vezes não procuram essa alternativa por acharem difícil.

Também pode acontecer casos em que as pessoas entram em empréstimos que não atendem as melhores condições possíveis, gerando arrependimento ou dificuldades para pagar.

Segundo pesquisa do Serasa Consumidor, mais de 41 milhões de brasileiros estão dispostos a fazer empréstimos por ano, e mais da metade desses brasileiros contrata empréstimo para terminar o mês.

Aquele chamado fôlego extra, que é diferente do dinheiro que vem para realizar algum projeto, pode ser problemático.

A situação se complicada quando sabemos que 32% dos brasileiros que pegam empréstimo, fazem isso para pagar alguma dívida já existente, o que mostra a dificuldade do nosso povo em lidar com sua vida financeira.

Pensando nisso, preparamos uma guia de como fazer um empréstimo, onde você poderá tirar todas as suas dúvidas e ponderar se pedir dinheiro emprestado é a melhor opção. Acompanhe!

O que preciso saber antes de pedir um empréstimo?

Uma vez que você decidiu por essa alternativa, você precisa saber como fazer um empréstimo.

Dessa forma, isso implica saber também quais as informações mais importantes que vão lhe ajudar na sua tomada de decisão. Para facilitar, listamos as principais:

  • Valores: É essencial saber qual o valor que você precisa pegar emprestado;
  • Parcelas: Entender as parcelas e em quantas vezes você irá pagar esse empréstimo, e qual o valor de cada parcela é um dos principais pontos a serem analisados na decisão de se fazer um empréstimo;
  • Taxas: Saber bem quais as taxas de juros (mensal e anual), e qual o montante de juros pagos totais ao fim do empréstimo e mês a mês em cada parcela é extremamente importante para entender o custo desse empréstimo para você;
  • Situação do seu CPF: Antes de pedir o empréstimo, não se esqueça de fazer a consulta do seu CPF para se certificar que seu nome esteja limpo e sem dívidas. Não sabe como consultar o CPF? Clique aqui e aprenda agora;
  • Burocracias envolvidas: É muito importante saber quais os documentos que precisam para liberação do crédito, se o empréstimo é com algum tipo de garantia, e se vai ser necessário envolver mais alguma pessoa na transação.

    Muitas pessoas não conseguem o empréstimo desejado por problema na aprovação, geralmente por conta de documentos. Por isso, é recomendado pesquisar toda a documentação e burocracias envolvidas na instituição que você escolher logo no início.

Leia também: Saiba como pedir empréstimo pessoal para negativados

Com essas informações, com certeza você vai evitar grandes problemas, e fará um empréstimo sem complicação. E, se for o caso de passar por algum contratempo, você estará ciente de tudo!

Qual a diferença entre empréstimo pessoal e financiamento?

Muitas pessoas se confundem entre dois tipos de operações diferentes, o empréstimo pessoal e o financiamento.

Poe isso, para saber como fazer um empréstimo sem complicações é muito importante entender essa diferença.

Dentre as diferenças principais, o financiamento tem que ser aprovadopara um objetivo e destino específico como a compra de um imóvel ou de um veículo.

Por outro lado, o empréstimo pessoal pode ser destinado para qualquer objetivo, seja uma viagem, pagamento de dívidas, pagamento de contas, e até mesmo uma reforma em sua casa.

Sendo assim, você pode concluir que no caso do empréstimo pessoal, o objetivo não é analisado no momento da aprovação do seu pedido.

Qual a diferença entre empréstimo pessoal e consignado?

Outra dúvida bem comum no momento de entender como fazer um empréstimo é entender as diferenças do empréstimo pessoal e do empréstimo consignado.

A primeira diferença é o tipo de pessoa que consegue fazer cada um dos empréstimos.

No caso do empréstimo consignado, seu público-alvo gira em torno de aposentados, pensionistas, funcionários de empresas privadas e servidores públicos.

Já o empréstimo pessoal é destinado à qualquer pessoa que possui relações com sistemas financeiros e seus serviços, como conta corrente ou conta salário, cartões de crédito e outros.

A segunda e principal diferença é a forma como o empréstimo é pago, pois as parcelas de pagamento do empréstimo consignado são descontados diretamente da folha de pagamento, ou como costuma-se dizer, “direto da fonte”.

Portanto, é isso que torna em geral o empréstimo consignado mais barato, pois o risco de não pagamento é menor.

Quem pode pedir crédito de instituições financeiras?

Se você tem dúvidas se pode ou não solicitar um empréstimo, fique sabendo que basicamente qualquer pessoa maior de 18 anos, que tenha CPF ativo tem chances.

Além disso é necessário apresentar alguns documentos como como carteira de identidade (RG) dentro da validade e, em alguns casos, comprovantes de renda e de residência.

Outro ponto importante é a aprovação desse empréstimo, e para isso, é feita uma análise de crédito do seu perfil, e inúmeros pontos são analisados do seu histórico financeiro.

Geralmente, é analisado o seu score de crédito, e dentre eles, um ponto importante, é se você está ou já esteve com nome sujo, por conta de alguma dívida adquirida.

Leia também: Como consultar o score de crédito?

Sendo assim, o ideal é que você esteja com o nome limpo quando buscar fazer um empréstimo, pois assim conseguirá melhores taxas de juros.

negociar dívidas

Se esse não for o caso, não se preocupe. Ainda há solução!

Se você estiver com dívidas ativas, busque a negociação imediatamente. Para isso, você pode contar com a Blue365 e encontrar as melhores ofertas.

Quero negociar meus débitos!

Porém, quando a instituição financeira realizar a análise do seu pedido, também pode acontecer de você ter uma descoberta ruim: seu nome foi negativado indevidamente.

Mais comum do que você imagina, o problema acontece quando uma empresa comete o erro de cadastrar seu CPF nos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, e isso pode barrar totalmente a realização do seu pedido.

No entanto, o erro da empresa não deve passar batido! Em casos de nome negativado indevidamente, você pode contar com a Resolvvi para limpar seu nome e ainda exigir uma compensação em dinheiro pelo erro cometido.

Dessa forma, você ainda poderá pedir seu empréstimo e ainda sair com um dinheiro extra no bolso.

Quer saber se seu caso de nome negativado indevidamente é qualificado para uma compensação em dinheiro? Clique aqui.

Quero fazer um empréstimo! O que devo fazer agora?

Se você já leu tudo de mais importante de como fazer um empréstimo pessoal e já tomou a decisão, agora é preciso saber como fazer.

Ou seja, botar a mão na massa!

Em primeiro lugar, existem dois tipos de empréstimo pessoais, em bancos ou financeiras.

Em ambos, você deve submeter a solicitação presencialmente, ou buscar um empréstimo pessoal online, onde você pode fazer tudo sem sair de casa, a qualquer hora e qualquer lugar.

Seja qual for o meio que escolher, não se esqueça, pesquise e faça cotações em mais de uma instituição. Nunca feche com a primeira alternativa sem olhar as outras.

Quer pedir dinheiro emprestado? Veja nosso checklist de como pedir um empréstimo!

Agora que você já sabe como fazer um empréstimo sem complicação e deve estar bem mais preparado que antes.

Entretanto, para facilitar ainda mais essa jornada, preparamos uma checklist para você não esquecer nada na hora de procurar e solicitar crédito. Veja abaixo:

  • Definir valor a ser pedido de empréstimo;
  • Definir o valor máximo da parcela que “cabe no seu orçamento”;
  • Saber o número de parcelas a serem pagar;
  • Pesquisar seu Score de Crédito e procurar se condiz com a realidade;
  • Negociar e procurar boas condições para as dívidas já existentes, se for o caso;
  • Fazer cotações de preço do empréstimo em mais de uma instituição;
  • Saber qual a taxa de juros mensal e anual, e qual o valor do juros em cada parcela;
  • Levantar quais os documentos solicitados pela instituição de crédito que você escolheu;
  • Fazer o empréstimo e se planejar para os pagamentos das parcelas.

Gostou de aprender tudo sobre como pedir empréstimo? Comenta aqui embaixo o que você achou das nossas dicas!

Desculpe, os comentários deste artigo estão encerrados.

1 Comentário