Fraude no cartão de crédito? Saiba os seus direitos!
Ouça este post! 🔈 Clique no play para ouvir este post como se fosse um podcast. ▶

Você já sofreu ou conheça alguém que foi vítima de golpe ou fraude no cartão de crédito?

Infelizmente, o problema é muito comum e poucos consumidores sabem como resolver. Depois do susto de ter o cartão fraudado, você deve buscar resolver o problema imediatamente!

Mas você sabe como resolver fraude no cartão de crédito? Saiba tudo agora mesmo!

nome-negativado-indenização

Quem é responsável por uma fraude no cartão de crédito?

Como já falamos em outro conteúdo por aqui, a melhor maneira de identificar qualquer movimentação nas suas contas bancárias e cartões de crédito é através da organização financeira.

Ter controle da sua vida financeira pode evitar uma série de problemas, como um nome negativado indevidamente.

No entanto, quando uma fraude no cartão de crédito acontece o consumidor não deve ser inteiramente responsabilidade do problema. Muito pelo contrário!

Para saber quem é o responsável em cada tipo de fraude, acompanha a lista dos principais tipos de fraude no cartão de crédito.

Principais tipos de fraude no cartão de crédito

Como foi dito, existem alguns tipos de fraudes no cartão de crédito mais recorrentes, que podem ser divididas em 3 tipos:

1) Golpe do cartão de crédito clonado

É uma das fraudes no cartão de crédito mais comuns e que perduram há bastante tempo no cotidiano dos consumidores.

Podem ocorrer tanto pelo meio online como também  por meios presenciais mais tradicionais.

Por exemplo, do “chupa-cabra”, que pode estar presente em diversos leitores de cartão de crédito, com o objetivo de possibilitar a cópia dos seus dados ao realizar um pagamento ou mesmo ao fazer o simples uso de um caixa eletrônico

O golpe funciona da seguinte forma: seus dados pessoais e de cartão de crédito são captados e à partir deles é feita uma segunda versão do seu cartão, uma cópia com a qual podem ser feitas diversas transações sem que o “dono” do cartão tenha sido o autor delas.

2) Troca de cartão e compra repetida

Ambas as operações podem ocorrer principalmente em compras realizadas fisicamente, uma vez que a fraude no cartão de crédito envolve o uso malicioso da maquineta.

No casos em que há troca do cartão de crédito, o  golpe pode ocorrer de duas formas 

  1. No caixa eletrônico: ao utilizar um terminal de autoatendimento, o golpista pode estar por perto, observando suas movimentações e tentando identificar sua senha, para após isso, realizar uma troca de cartões e então fazer compras com o cartão original.
  2. Na maquineta: neste caso, o fraudador se aproveita da falta de atenção do consumidor para fazer com que ele exponha erroneamente sua senha no campo em que deveria ser inserido o valor, trocando, após isso, o cartão original por outro cartão semelhante

Quando há o caso de golpe de compra duplicada, a pessoa que está manuseando a maquineta informa o comprador que não foi possível realizar a transação.

Dessa forma, o consumidor é obrigado a passar novamente o cartão em outra máquina, mas cobrando um valor mais elevado.

Por outro lado, caso a compra ocorra por meio virtual, a compra duplicada pode ocorrer ao tentar realizar um pagamento em que o consumidor seja notificado de um suposto erro, pós ter preenchido todas as informações do cartão de crédito.

No fim das contas, o consumidor se sente obrigado a informar novamente seus dados de pagamento, sendo debitado duplamente o valor da compra.

3) Centrais de atendimento falsas

Um dos golpes mais usuais que existem e que pode ser feito por meio de diversas plataformas, sendo a principal delas a ligação telefônica.

A fraude consiste em uma ligação feita por uma central de atendimento falsa, pedindo para que o titular do cartão possa informar todos os seus dados pessoais e de cartão de crédito.

Geralmente a desculpa a fim de confirmar alguma informação do cadastro ou de supostamente evitar alguma tentativa de utilização no cartão de crédito.

O pedido falso de confirmação também pode ocorrer por meio de e-mails ou links maliciosos que podem ser disponibilizados via Whatsapp, portanto, esteja atento para proteger suas informações em todas as plataformas!

Leia também: Como comprar pela internet com segurança?

Agora, além de você estar ciente de quais são os golpes mais recorrentes, é extremamente importante saber que eles podem ocorrer por meio de qualquer via de comunicação!

Ou seja, os golpes podem acontecer através de ligações telefônicas, e-mail, links falsos de pagamento, sites de compra falsos, ou mesmo chegando a ocorrer  golpe no cartão de crédito via Whatsapp.

Caí no golpe do cartão de crédito, quais os meus direitos?

Logo após ter identificado a ocorrência efetiva de um golpe no cartão de crédito, é muito importante que seja feito um contato prontamente com a administradora do seu cartão.

O contato tem como objetivo informar o uso indevido do seu cartão de crédito, e também para bloqueá-lo imediatamente, evitando que ele seja utilizado em outras transações. 

Lembrando que algumas administradoras de cartão permitem o bloqueio do cartão via aplicativo!

Caso haja alguma compra feita com o cartão clonado ou fraudado, o consumidor terá direito ao cancelamento ou suspensão de tais transações junto à administradora do cartão.

Desse modo, não será necessário pagar por uma compra que, afinal de contas, ele não realizou. 

Banner-Como-processar-empresas-sozinho

E se a empresa exigir que o consumidor pague a compra?

Se ainda assim a administradora insistir em realizar a cobrança indevida da compra feita pelo fraudador, o consumidor que realizar o pagamento da fatura poderá pedir o valor cobrado em dobro.

Importante deixar claro que isso isso é um tipo de cobrança indevida e a consequência é a cobrança do indébito, que é o pagamento do valor em dobro, como já explicamos.

Em caso de descumprimento dos seus direitos por parte da instituição financeira, o consumidor poderá também acionar o PROCON.

Nesses casos, é possível fazer o registro de sua reclamação junto ao órgão, ou mesmo recorrendo a um advogado para que possa pleitear seus direitos na Justiça.

Há também a possibilidade de resolver o problema entrando na justiça sozinho, através do Juizado Especial Cível (JEC). O consumidor que optar por isso poderá exigir seus direitos sem advogados.

Se você não sabe como fazer isso ou nunca ouviu falar nos Juizados Especiais Cíveis (JEC), clique aqui para saber mais.

E se a fraude deixar meu nome negativado?

Pode parecer absurdo, mas pode acontecer a triste situação do seu cartão ser clonado e, por conta da cobrança indevida, seu nome ficar negativado indevidamente.

Nesses casos, além de buscar a empresa para resolver o problema, você também pode ter direito a uma indenização por danos morais.

Por isso, não deixe de exigir seus direitos!

Com a Resolvvi, você pode entrar com seu pedido de indenização de forma online e sem audiências. E o melhor de tudo é que você só paga se ganhar!

Quer pedir uma indenização por danos morais pelo seu problema de nome negativado indevidamente? Clique aqui.

 

Powered by Rock Convert

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!