Marketing Digital para agências de viagens: veja 7 estratégias para decolar sua agência

Autor convidado Escrito por Autor convidadoem 12 de novembro de 2019
Marketing Digital para agências de viagens: veja 7 estratégias para decolar sua agência

O Marketing Digital é o conjunto de ações online para atrair novos viajantes, fortalecer o relacionamento com clientes e marcar o seu diferencial em relação a outras agências de viagem. Domine as estratégias e ferramentas para se adaptar ao mercado do turismo atual. 

O setor de turismo hoje passa por uma Transformação Digital rápida e sem volta. 

Em setembro de 2019, essa constatação ficou ainda mais evidente após a falência da Thomas Cook, a operadora de viagens mais tradicional do mundo. A quebra da gigante britânica chamou a atenção de empresas de turismo de todos os continentes.

Por isso, se as agências de viagens não evoluírem em meio à concorrência digital e às mudanças de hábitos dos turistas na última década, podem acabar ficando para trás. 

Muitas operadoras de viagens já perceberam os benefícios que o Marketing Digital pode trazer na atração e na satisfação de clientes

As estratégias digitais se tornaram hoje a base da sobrevivência desse no novo mercado. Pensando nos desafios das agências brasileiras no Marketing Digital, separamos as 7 melhores estratégias para fazer a sua agência de viagens decolar. 

Apertem os cintos! 

7 estratégias de marketing para sua agência de viagem

Crie conteúdo de qualidade

Você se pergunta como os clientes chegam até a sua agência de viagens? Se a resposta for apenas “recomendações de outros viajantes”, é melhor ficar atento.

É cada vez mais comum que as pessoas consultem a internet para pesquisar informações sobre viagens, roteiros e dicas para planejar uma viagem.

Isso faz com que elas acessem blogs, sites e redes sociais de diversas empresas de turismo que respondam a dúvidas comuns — é o famoso Marketing de Conteúdo em ação. 

Produzir conteúdo em texto ou em vídeo na web é essencial para aumentar as chances de captar novos clientes de forma orgânica.  Além disso, este conteúdo pode ser valioso para seus atuais clientes, melhorando o relacionamento e a confiança na empresa. 

Promova engajamento nas redes sociais

Sua agência não precisa estar em todas as redes sociais, mas deve selecionar em quais deverá investir e fazer um bom uso delas. 

Para isso, primeiramente, entenda as características, desejos e dores de seus compradores mais frequentes. 

Se seu foco são viagens corporativas, invista bem na comunicação pelo LinkedIn, otimizando o perfil e as postagens e entrando em grupos do segmento, por exemplo. 

Como o turismo é uma área extremamente visual, a presença no Instagram é mandatória. 

A rede preferida dos brasileiros pode também ser útil para ajudar a entender melhor as preferências dos visitantes por meio das enquetes, perguntas e outras ferramentas. 

Ademais, cabe avaliar canais como o YouTube, que permite uma educação de mercado profunda, além do Pinterest, Twitter, Facebook e canais de atendimento próprios.

Assim, você se aproxima de seus potenciais clientes e fideliza os que já utilizam seus serviços. 

Construa um bom site

O site é a principal forma de sua agência de viagens transmitir credibilidade no mundo digital.

Se um visitante acessa um site muito ultrapassado, pode não confiar o bastante na sua empresa para sequer entrar em contato. 

Para construir autoridade e melhorar o potencial de captação de seu site, trabalhe 3 elementos: 

  1. design: layout amigável, sem exageros em cores e textos e de fácil identificação com a sua marca. A navegação também deve ser fácil e intuitiva;
  2. responsividade: o ideal é que as páginas sejam leves para que a experiência não seja interrompida a ponto do visitante desistir de navegar no seu site; 
  3. conversão: a conversão é o momento em que o visitante toma uma ação mais próxima à decisão de compra. Seja claro nos botões de oferta e crie pontos para a geração de leads.  

Um visitante se torna um lead quando fornece suas informações pessoais (como motivo da viagem, data ou destino de preferência) ou de contato (nome, email, telefone etc).

E por que uma pessoa forneceria informações tão específicas sem conversar com sua agência previamente? 

O motivo é: se sua agência de viagens oferecer uma moeda de troca. Isso é, algum tipo de valor com materiais ricos de seu interesse como infográficos, testes e e-books. 

Por isso, além do próprio site institucional, a agência pode criar um blog para postar materiais aprofundados com o objetivo de conversão

Essas informações das leads vão ajudar a personalizar as táticas de marketing, prospecção e vendas, aumentando as chances de fechar produtos de viagens. 

Incentive as avaliações de clientes

As agências de viagens modernas não são só intermediárias de passagens e reservas de hotéis.

Elas vendem experiências e sonhos de pessoas! 

São parceiras que gerenciam o planejamento de viagens conforme as peculiaridades e o orçamento de cada cliente, mantendo-o longe dos chamados “perrengues”. 

As pessoas consultam as avaliações ou reviews de outras como forma de assegurar que a agência fará uma assessoria de qualidade e que corresponda às suas expectativas. 

Portanto, cases de sucesso e comentários de viajantes anteriores podem ser a peça que faltava para o fechamento de uma venda com um novo cliente.

Se souber de clientes que adoraram a experiência com sua agência, incentive que eles deixem sua opinião positiva na internet. 

Por outro lado, se receber opiniões negativas, seja cauteloso com a resposta e utilize-a como crítica construtiva. Busque também solucionar o problema apontado com proatividade e compreensão. 

Não esqueça o email marketing

Essa é uma das mais antigas e valiosas estratégias do Marketing Digital para agências de viagem. 

Os emails têm um alcance direcionado para sua base de clientes ou potenciais clientes e, por isso, ajudam a estabelecer um relacionamento mais próximo e duradouro.  

Outra vantagem da estratégia de email marketing é que os resultados são mais previsíveis, já que não dependem dos algoritmos dos mecanismos de busca ou redes sociais.  

Veja alguns exemplos de emails voltados para os viajantes! 

  • newsletter: emails regulares com conteúdos interessantes como artigos novos do blog, curiosidades sobre algum destino ou dicas de organização da viagem; 
  • confirmações e notificações: você pode ajudar a reduzir incertezas e preocupações de seus clientes enviando as confirmações de compra por email. Além disso, eles podem gostar de receber notificações de lembrete de horários ou atualizações de mudanças não programadas da viagem; 
  • pesquisas e novidades: sua agência podem também ser assunto do email. Com as pesquisas de opinião dos clientes, por exemplo, fica mais fácil entender como melhorar. Ainda, com o envio de novidade, seus clientes podem se atualizar sobre os novos serviços de sua empresa;
  • Promoções de viagem: ofertas pontuais como redução no seguro de viagem ou pacotes para datas específicas são gatilhos poderosos para gerar urgência. Isso, claro, tomando sempre cuidado para não transformá-los em spam! 

Introduza o Remarketing e o Retargeting

O Remarketing permite que pessoas que já demonstraram interesse em seu site sejam relembrados do seu produto. 

Ou seja, a estratégia permite programar emails específicos para quem não concluiu uma compra online ou para quem visitou uma página em seu blog. 

Além disso, com o Retargeting, os anúncios do Google Ads apareçam mais de uma vez para quem visitou seu site. 

Essas duas estratégias em conjunto farão com que mais pessoas lembrem de sua agência de viagens e se convençam que vale a pena fechar com você. 

Utilize as ferramentas do Marketing Digital 

Se você chegou até aqui, deve estar se perguntando como colocar diversas dessas estratégias em prática com os recursos que sua agência de viagens tem. 

Por sorte, o Marketing Digital tem uma variedade imensa de ferramentas para análise, monitoramento e otimização de resultados. 

Conheça os principais tipos de ferramenta:  

  • automação de marketing: funcionalidades para automatizar fluxos de email com base em gatilhos e otimizar os resultados com testes A/B e construção de landing pages; 
  • ferramentas de SEO: ferramentas para análise de competitividade digital ou identificação de pontos de melhoria para seu site frente aos mecanismos de busca;
  • pontos de conversão: várias ferramentas e plugins oferecem formas diferentes de criação de pontos para conversões de leads, como banners e pop-ups.  
  • análise de dados do site: oferecem dados sobre o tráfego, localização e comportamento dos visitantes e canal de origem;
  • monitoramento de redes sociais: ferramentas para analisar métricas de desempenho nas redes sociais da agência e de seus concorrentes; 
  • chatbots: robôs que respondem dúvidas de forma instantânea e encaminham os clientes para páginas estratégicas. 

O Marketing Digital tem grandes vantagens em relação ao marketing tradicional: maior alcance, capacidade de personalização e facilidade em medir e prever resultados. 

Dessa forma, é um forte aliado para ajudar as agências de viagens a conquistar oportunidades de negócio e manter retornos positivos mesmo em momentos de crise. 

Isso não quer dizer que sua agência deve abandonar a proposta inicial de marketing! 

Muito pelo contrário, a ideia é adaptar a comunicação dos valores e diferenciais da empresa às novas metodologias digitais. 

Está pronto para seguir em direção à inovação?

Se gostou dessa listagem de dicas deste blog, veja também as 7 dicas para trabalhar como afiliado

Conteúdo produzido pela Rock Content.


Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!