Nome negativado: o que significa e como resolver?
indique e ganhe

Mais comum do que você imagina, ficar com o nome negativado é um problema comum entre brasileiros. Porém, é importante conhecer seus direitos e saber como resolver!

nome negativado

Você provavelmente deve conhecer alguém que esteja em situação de inadimplência, ou você mesmo se encontrar com o problema.

O que poucos consumidores sabem é que o não pagamento de dívidas é mais comum do que se imagina.

Segundo dados do Serasa Experian, o Brasil atingiu, no ano de 2019, a marca de 63 milhões de consumidores inadimplentes. E, geralmente, os motivos para ficar com o nome negativado são diversos, como:

  • Desemprego;
  • Falta de planejamento financeiro;
  • Ganhos reduzidos (por exemplo, salários muito baixos);

Além de o endividamento gerar uma enorme preocupação em relação ao atraso no pagamento, o consumidor pode sofrer uma verdadeira dor de cabeça por estar com o nome negativado.

Isso porque a negativação ou restrição co CPF promove uma imagem negativa do devedor, impedindo a realização de algumas atividades corriqueiras no mercado.

Se você quer descobrir mais quais os impactos que a inadimplência e a negativação podem gerar na vida do consumidor, acompanhe o texto!

O que significa estar negativado?

Estar negativado pode significar o mesmo que estar com nome sujo ou com CPF negativado, todos apontam para o fato de que determinada empresa, para a qual o consumidor deve um valor específico, realizou uma restrição pela dívida.

Mas como eu posso ficar com o nome negativado?

Qualquer débito que o consumidor tenha com empresas de telefonia, internet, contas de cartão de crédito não pagas, dívidas de empréstimo ou saldo a pagar em uma instituição financeira podem gerar negativação.

Por meio de qualquer dívida, seja ela não devida ou legítima, o consumidor pode passar a ter sim o nome sujo.

A diferença entre os dois tipos de dívidas é: a maneira como elas são feitas.

No caso de dívida legítima, o próprio devedor deixou de pagar o valor inicialmente proposto, e por causa do não cumprimento do compromisso, o credor realizou a negativação.

Já quando falamos de dívidas ou cobranças indevidas, podem existir diversos problemas envolvidos, como por exemplo:

  • golpes no cartão de crédito;
  • não reconhecimento do pagamento de um valor;
  • cadastro de dívida que não existe e não foi feita por terceiro;

Neste caso, o consumidor prejudicado pode sofrer as mesmas consequências que um devedor legítimo sofreria, por exemplo:

  • Restrição para obter cartão de crédito e empréstimo;
  • Restrição para abrir conta bancária;
  • Cobrança por meio da Justiça e por outras vias;

Portanto, esteja sempre atento a qualquer movimentação bancária estranha, que demonstre uma compra que não foi feita por você e que possa gerar uma negativação pelo não pagamento.

Além disso, é importante fazer uso das ferramentas de consulta digitais ao seu nome, como o Serasa, verificando se alguma instituição com a qual você não tem qualquer dívida realizou a negativação do seu CPF.

Como o nome negativado pode me prejudicar? Mitos e verdades!

Você saberia responder o que é possível ou não de ser feito quando se tem o nome negativado?

Será que você pode ser impedido de algo, ou as condições continuam as mesmas?

É muito importante saber que um nome negativado pode gerar diversos impactos negativos na vida de um consumidor.

Mas, apesar disso, alguns impedimentos que existem como prática no mercado não podem ser feitos. E, pela falta de conhecimento, pessoas com nome negativado acabam aceitando como verdade tudo o que é apresentado como restrição.

Para descobrir o que pode ser mito ou verdade para um devedor com nome negativado, confira a lista a seguir.

Banner-Como-processar-empresas-sozinho

1) Ser recusado ao tentar abrir uma conta bancária

VERDADE. A depender do banco em que o devedor deseja abrir a conta, é possível que, de acordo com as próprias regras, a instituição financeira não faça a aprovação do pedido.

Já que qualquer pessoa física ou jurídica pode ter acesso a uma consulta de CPF, o banco, como pessoa jurídica, pode consultar se o seu possível cliente está ou não com o nome negativado.

Essa verificação acontece, principalmente, para que a empresa possa identificar o quanto aquele possível cliente é um bom pagador.

Caso esteja com o nome sujo, isto pode significar um sinal de alerta para que o banco desconfie da capacidade que o consumidor tem de cumprir com os compromissos financeiros.

É importante lembrar que, apesar de o consumidor estar com o nome negativado, isso não significa que não é possível ser aprovado em outros bancos.

Isso acontece porque cada banco é responsável por fazer as próprias regras quanto a aprovação ou não de clientes, mas existem empresas que optam por não realizar a consulta ao CPF, ou mesmo por aprovar a abertura de conta bancária, apesar da existência da restrição

Leia também: Qual o melhor cartão de crédito para negativados?

Alguns exemplos são: Inter, Nubank, Neon, Banco do Brasil e Caixa econômica.

2) Receber cobranças da maneira que o credor achar mais conveniente

MITO. Apesar de ter o direito de receber o valor da dívida, bem como de cobrar os débitos do consumidor, o credor não pode fazer isto de qualquer maneira.

As cobranças devem ser cordiais e moderadas, sem que seja feito o uso de qualquer artifício para constranger o devedor ou mesmo danificar a sua imagem.

Por exemplo:

  • fazer ligações para a família e para os amigos da pessoa que está com nome negativado, contando detalhes dos motivos pelos quais está devendo;
  • divulgar publicamente a condição de devedor;
  • ligar ou mandar mensagens de maneira insistente e não moderada.

Todas as situações acima, se tornadas fatos reais pelo credor, podem até mesmo ser consideradas como crime, segundo o Código de Defesa do Consumidor.

Inclusive, é possível, nessas e em outras situações de constrangimento, ter direito a uma indenização por dano moral, e denunciar o cobrador na Delegacia do Consumidor.

3) Ser reprovado em um processo seletivo para emprego

VERDADE.

De acordo com o entendimento do Tribunal Superior do Trabalho, o empregador que desejar deixar de aprovar um candidato a vaga de emprego, pode fazê-lo.

Isso significa apenas o exercício de uma opção que não pode ser considerada ilegal e que é incapaz de gerar qualquer indenização para o candidato que se sinta lesado pela recusa do possível empregador.

Caso o fato de ser um bom pagador seja considerado importante para o contratante, a contratação pode sim deixar de acontecer.

Apesar da possibilidade de reprovação em vaga de emprego, esteja atento ao seguinte: um candidato com nome negativado não pode ser reprovado em concurso público.

A única exceção a esta regra é aplicada para os casos em que o devedor com nome negativado está aplicando para uma vaga na área bancária ou financeira.

4) Ficar com o nome sujo por tempo indeterminado

MITO. Passados 5 anos do surgimento da dívida que gerou a negativação, o nome do devedor não pode mais permanecer sujo.

Caso a empresa insista em deixar a restrição no CPF, o consumidor pode ter direito a:

  • Pedir a pronta retirada da negativação;
  • Ser indenizado.

Quer saber se seu nome negativado por dívida vencida tem direito a uma indenização? Verifique agora mesmo!

Sabendo o que significa o vencimento do nome sujo, é importante lembrar que, apesar de o nome não estar mais sujo após o prazo de 5 anos, a instituição pode continuar cobrando os valores devidos por outros meios.

5) Ser avisado de que meu nome será negativado

VERDADE.

Inclusive, este é um dever do fornecedor, previsto pelo Código de Defesa do Consumidor.

O devedor deve ser notificado, pelo menos com 30 dias de antecedência da negativação, caso contrário o credor poderá sofrer uma penalidade de detenção de três meses e multa por tão somente ter deixado de avisar o consumidor.

6) Não conseguir crédito ou empréstimo

VERDADE.

Caso a empresa opte por consultar o CPF do solicitante e identifique um nome negativado, é possível que o consumidor não tenha sucesso em obter o empréstimo ou crédito que deseja.

A justificativa para a não concessão é, principalmente, o baixo score observado pela empresa, o que pode refletir o fato de uma pessoa ser ou não uma boa pagadora.

Um score baixo significa justamente um reduzido índice de pagamento dos compromissos financeiros, dentre eles, por exemplo, as contas de cartão de crédito.

Mesmo que algumas instituições recusem clientes com nome negativado, é importante lembrar que existem diversas opções no mercado para o público com restrição.

Nos casos em que a busca é pelo cartão de crédito, ele é ofertado de algumas formas, por exemplo:

  • Consignada: o valor gasto no cartão de crédito é diretamente descontado do contracheque ou da conta-salário;
  • Pré-paga: o limite para gastos é concedido de acordo com o que o consumidor tem em sua conta corrente. Ou seja, o valor é descontado diretamente do saldo existente em conta, funcionando como um verdadeiro cartão de débito.

Ambas as modalidades são vantajosas para a empresa e o consumidor, já que não permanece nenhuma pendência a ser paga, evitando que uma outra dívida seja criada e garantindo o recebimento da empresa.

Para os casos de empréstimo, as condições também são facilitadas!

Suspendendo a realização de consultas aos órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, as instituições de empréstimo prometem menos burocracia e taxas de juro reduzidas.

Se você tem interesse em descobrir mais sobre como obter um empréstimo facilitado para negativados, basta acessar este artigo.

Como saber se meu nome está negativado?

Mesmo que alguns consumidores saibam que estão em uma situação de endividamento com uma empresa, a informação de que essa dívida pode gerar uma negativação ou restrição no nome nem sempre é bem conhecida.

Isso quer dizer que sim, seu nome pode estar sujo a um bom tempo sem que você saiba disso!

Em um primeiro momento, antes mesmo de aprendermos como descobrir se o nome está sujo ou não, é importante saber o que deve ser feito para que o consumidor saiba dessa situação.

Ou seja, quais são os deveres da empresa!

A empresa, que no caso é a instituição responsável por gerar a negativação no nome do devedor, deve, antes mesmo de realizar sujar o nome do devedor com a restrição, avisar com uma antecedência de pelo menos 30 dias.

Durante o período, inclusive, algumas empresas buscam facilitar as condições de pagamento ao consumidor.

São oferecidas negociações facilitadas para que o devedor saia da situação o mais rápido possível.

O direito de ser informado não pode, em hipótese alguma, ser violado, e nem mesmo acontecer qualquer abuso nesse aviso.

Um exemplo é o caso em que o credor usa da força e ameaça para forçar o devedor ao pagamento.

Além disso, é importante lembrar que a negativação não justifica qualquer abuso ou constrangimento por parte do cobrador, certo?

Se você recebe qualquer ameaça ou tem a sua dignidade prejudicada por um cobrador que expõe o fato de você estar com uma dívida, saiba que isso é uma prática abusiva e até mesmo é previsto como crime pelo Código de Defesa do Consumidor.

Por isso, é importante estar atento! Caso tenha alguma dívida ativa com alguma instituição, pare para analisar se qualquer comunicação desse cobrador está sendo recebida com a antecedência que a lei prevê.

O que pode acontecer se a empresa não me avisar 30 dias antes?

A empresa cobradora pode ser responsabilizada perante a Justiça, podendo, inclusive, gerar o direito de indenização ao devedor que foi prejudicado pela falta de informação.

Como posso consultar meu possível nome negativado?

Existem algumas maneiras bem rápidas e simples de fazer a consulta do seu nome, analisando se ele realmente tem ou não alguma restrição.

Algumas empresas oferecem a consulta na modalidade paga para consultar o nome negativado individualmente, como, por exemplo, no site do SPC Brasil, onde o valor inicial é de R$ 9,90, podendo chegar até R$ 16,90.

Apesar disso, boa parte das instituições oferta o serviço de maneira gratuita, sendo a consulta totalmente grátis e disponível para ser feita a qualquer momento, sem restrição de horário ou condições.

Algumas plataformas onde a consulta pode ser feita gratuitamente são:

Serasa Experian

Por meio do simples fornecimento do seu número de CPF e cadastro de uma senha, é possível saber não somente se seu nome está negativado e quem fez a restrição, mas também em que nível está o seu score.

Se você não sabe o que é score e porque é importante ter conhecimento dele como consumidor, clique aqui!

A plataforma também tem oportunidades de negociação ofertadas pelas empresas nas quais o consumidor pode ter alguma dívida, com condições de desconto e parcelamento da dívida.

Basta apenas selecionar qual a proposta mais vantajosa para você e combinar o pagamento dos débitos para começar a sair do vermelho!

Boa Vista

Da mesma forma que a consulta ao Serasa, para verificar seu nome negativado no Boa Vista é somente necessário informar seu CPF para ter acesso a informação acerca da restrição feita.

Para ter acesso a plataforma basta acessar: clicar aqui.

Lembrando que nem toda informação, até mesmo nos demais sites onde a consulta é gratuita, também é liberada gratuitamente. Por exemplo, para obter o nome de quem consultou seu CPF em determinado período, é necessário fazer o pagamento de uma assinatura.

Essa oferta específica acontece nas plataformas do Serasa Consumidor, por meio do pagamento de planos que oscilam entre R$ 119,90 e R$ 135,92 por ano.

Por meio do site, é possível saber também quais movimentações acontecem no seu nome, desde uma possível negativação, até mesmo a retirada da restrição do seu nome negativado.

Mas o que acontece se você preferir consultar seu nome negativado sem usar as plataformas digitais?

Basta comparecer ao órgão de proteção de crédito onde a consulta do nome negativado será feita, podendo ser no SPC, SCPC Boa vista (com restrições de localidade) ou Serasa.

Para que a consulta seja efetivamente feita, assim como na modalidade online, o consumidor deverá apresentar alguns documentos, como: documento de identidade com foto e dados de CPF.

Saiba como visitar os endereços físicos dos birôs de proteção ao crédito clicando abaixo:

Quanto tempo um nome fica negativado?

Você com certeza já deve ter escutado alguém comentar que nome sujo vence em 5 anos.

E é verdade mesmo! O prazo que uma empresa tem para deixar seu nome cadastrado nos birôs de proteção de crédito, como SPC e Serasa, é de exatos 5 anos.

O termo técnico para o vencimento de um débito leva o nome de prescrição de dívida, determinando o prazo de validade da cobrança.

Ou seja, o prazo serve para a empresa cobradora fazer a cobrança judicial também é de 5 anos.

No entanto, importante lembrar que a dívida não “desaparece”, ela pode ainda ser cobrada de maneira branda através de propostas de negociação.

Sendo assim, não é recomendável esperar que a dívida pare de ser cobrada. Principalmente se você considerar que serão 5 anos sofrendo todas as consequências do nome negativado, como dificuldades para conseguir linhas de crédito.

E se meu nome está negativado por uma dívida vencida?

Se você já fez a consulta do seu CPF, já deve ter percebido que as dívidas, propostas de acordo e demais informações ficam disponíveis por lá.

De certa forma, órgãos como SPC, Serasa e Boa Vista funciona como um painel para os inadimplentes acompanharem suas dívidas.

Nesse caso, você pode verificar se há algum débito que você não reconhece ou acompanhar se uma dívida já venceu.

Se o débito estiver negativando seu CPF por mais de 5 anos, contados a partir do vencimento da primeira parcela, quer dizer que seu nome foi negativado indevidamente.

Ficou com o nome negativado indevidamente por dívida vencida? Verifique agora mesmo se você pode ser indenizado!

Sabendo da inscrição indevida do seu nome, é possível pedir que a empresa retire o CPF dos birôs de proteção ao crédito e, como compensação, pedir uma indenização pelos danos morais sofridos.

Existe cartão de crédito para quem tem nome negativado?

Apesar de estar inadimplente ser uma grande dor de cabeça, existem algumas opções para o consumidor com o nome negativado não ficar tão prejudicado.

Uma dessas possibilidades acontece através dos cartões de crédito para negativados.

No mercado, você pode escolher entre várias empresas especializadas em crédito para inadimplentes, que não têm como pré requisito para a aprovação a consulta do CPF.

Dessa forma, quem está negativado pode conseguir um cartão de crédito e continuar consumindo no mercado.

Quem está negativado pode pedir empréstimo?

Além disso, também existem empresas especializadas em empréstimo pessoal para quem está com o nome negativado o que, muitas vezes, tem como objetivo o pagamento de outras dívidas.

Da mesma maneira que nos cartões de crédito para negativado, os empréstimos são solicitados sem a consulta do CPF, apesar de usarem outros critério, como a renda do consumidor.

Por outro lado, é importante sempre checar a origem da negativação, para se certificar se não se trata de uma negativação indevida do nome.

O que é, além de injusto, um erro severo contra consumidores, podendo gerar inclusive uma indenização.

Foi negativado indevidamente? Limpe seu nome e peça uma indenização agora mesmo!

Ainda assim, o consumidor negativado por uma dívida legítima ou indevidamente deve buscar formas de limpar seu nome e sair da inadimplência de uma vez por todas.

Como sair da inadimplência e limpar meu nome?

Como já falamos anteriormente, estar com o nome sujo é um problema sério entre muitos brasileiros.

Na verdade, além de ser considerado um “mau pagador”, estar com o nome negativado traz uma série de desvantagens para consumidores, como a diminuição do score.

Pensando nisso, é muito importante que os consumidores que estão com o nome negativado por uma dívida legítima buscarem maneiras de limpar seu nome.

Geralmente, a melhor forma de resolver uma negativação do nome é buscando a empresa que fez a inscrição no SPC ou Serasa para negociar a dívida e limpar o nome.

Quer saber como sair da inadimplência? Acompanhe nossas dicas!

1) Faça um planejamento financeiro

Sabendo da importância de negociar suas dívidas, a melhor maneira de começar o processo é através da organização financeira.

Você pode fazer isso seguindo nossas dicas de planejamento financeiro, clicando aqui, e depois preenchendo nossa planilha, onde é possível fazer o controle do seu dinheiro.

Importante lembrar que, muitas vezes, o nome negativado acontece justamente por falta de uma boa gestão financeira, como o uso abusivo dos cartões de crédito e pouca atenção nos gastos.

Apesar de não ser o único motivo para a inadimplência, a falta de controle do próprio dinheiro é um dos mais comuns. Por isso, use o momento de aperto para reavaliar suas prioridades financeiras e não repetir o mesmo erro.

Além disso, ao fazer o planejamento, dê prioridade para as dívidas com os juros mais altos e com menor flexibilidade de negociação, já que o valor pode aumentar!

2) Negocie suas dívidas sem sair de casa

Fazendo todo o planejamento para pagar suas dívidas e seguindo nossas recomendações, entre em contato com a empresa para buscar a negociação da dívida.

Porém, é possível fazer isso sem contatar a empresa diretamente!

Hoje em dia, existem diversas empresas especializadas em intermediar a negociação de dívidas com consumidores negativados.

Por exemplo, fazendo seu cadastro no Serasa, é possível acompanhar as ofertas de débitos em seu nome e seguir com a negociação imediatamente.

Você também pode negociar sua dívida de forma online com a Blu365, recebendo ofertas de abatimento de taxa de juros e outras ofertas.

Estou com o nome negativado, tenho direitos?

Não é porque seu nome está sujo que você não possui direitos, certo?

Mesmo com o nome negativado, todo consumidor deve ter seus direitos respeitados, principalmente no momento da cobrança da dívida.

Por isso, é importante deixar claro que as cobranças por parte de uma empresa não podem ser abusivas ou inconvenientes.

Além disso, a cobrança não pode ser feita de maneira que exponha o consumidor ao ridículo, como em locais públicos, por exemplo.

Caso você não saiba, ligações fora do horário comercial, visitas ao endereço de trabalho e ameaças são práticas abusivas e não devem ser toleradas ao consumidor, podendo inclusive serem denunciadas na Delegacia do Consumidor (DECON).

Leia também: Como fazer uma denúncia na Delegacia do Consumidor?

Importante deixar claro que não há um prazo mínimo para o credor ser autorizado a fazer a negativação. O que existe, na verdade, é um prazo de 30 dias para o consumidor ser avisado da negativação do nome.

Tanto a inscrição nos birôs de proteção ao crédito como a cobrança em si devem ser feitas de maneira clara, com informações objetivas, verdadeiras e em linguagem de fácil entendimento.

No mais, todo consumidor tem direito de solicitar a situação do seu CPF quando precisar, e isso pode ser feito de maneira totalmente online, como já foi explicado.

E se meu nome foi negativado sem que eu estivesse devendo?

Pode parecer absurdo, mas isso acontece muito!

O consumidor pode ficar com o nome negativado sem que tenha feito uma dívida. Geralmente, isso acontece por erro da empresa que fez a inscrição no SPC ou Serasa.

Inclusive, é bastante comum que o consumidor só fique sabendo da inscrição do seu nome nos birôs de proteção ao crédito quando decide dar um passo importante em sua vida, como quando precisa pedir uma linha de crédito.

E, para piorar, muita gente sequer sabe que possui direitos em casos de nome negativado indevidamente e que, além de poder limpar seu nome imediatamente, também pode pedir uma indenização por danos morais.

Normalmente, um nome negativado indevidamente acontece pelos seguintes motivos:

Nome negativado indevidamente por conta já paga:

Acontece quando o consumidor já pagou uma conta ou negociou e pagou uma dívida com determinada empresa, mas foi negativado.

Isso pode acontecer, muitas vezes, por um erro da empresa ao dar baixa nos pagamentos.

Tanto na negativação por uma fatura paga ou manutenção de uma dívida, é possível pedir que o nome seja limpo imediatamente e exigir uma compensação financeira pelo erro da empresa.

Nome negativado indevidamente por golpe ou fraude:

Infelizmente, golpes e fraudes acontecem no Brasil todo. E, para piorar, seu nome pode ser negativado por conta disso.

O consumidor que tiver seu nome inscrito nos birôs de proteção ao crédito por conta de um ato de má fé dessa natureza também poderá pedir uma indenização pelos danos morais sofridos.

Nome negativado indevidamente por serviço não contratado:

Da mesma maneira que o nome negativado por uma conta que já foi paga, você pode ser inscrito nos birôs de proteção ao crédito por um serviço que não contratou.

Geralmente, o consumidor nem chegou a ter vínculo com a empresa e foi cobrado pelo serviço. Sendo assim, esse tipo de negativação possui um diferencial, por vir acompanhada de uma cobrança indevida.

Descobri que meu nome foi negativado indevidamente, o que posso fazer?

O primeiro passo para resolver seu problema de nome negativado indevidamente é se certificar que a negativação aconteceu. Você pode fazer isso consultando seu CPF nos birôs de proteção ao crédito.

Além disso, é importante saber quem fez a inscrição, ou seja, a empresa. Assim, ficará mais fácil contatar a empresa e entender o que aconteceu, além de te ajudar a identificar se, pelo menos, você teve algum vínculo.

Você sabia que pode estar com nome negativado sem saber? Saiba como consultar o seu CPF gratuitamente e evite restrições financeiras e constrangimentos! Quero saber mais!

Depois disso, busque recolher algumas provas essenciais para comprovar a negativação.

As provas podem ser, geralmente, todo e qualquer comprovante de pagamento. Já nos casos de nome negativado indevidamente por golpe ou fraude, é de responsabilidade da empresa provar o que aconteceu.

Nome negativado indevidamente? Peça uma indenização online!

Ficou com o nome negativado indevidamente? Então não deixe de exigir seus direitos, você pode limpar seu nome e ainda receber uma compensação financeira pelo erro da empresa.

Para isso, basta verificar se seu caso é qualificado a uma indenização em poucos minutos. Você só vai precisar contar o que aconteceu e nossos especialistas em direito do consumidor vão cuidar de tudo.

Com a Resolvvi, você pode exigir seus direitos sem precisar sair de casa, totalmente sem audiências e o melhor: você só paga se ganhar.

Verifique agora mesmo, limpe seu nome e receba sua indenização!

Desculpe, os comentários deste artigo estão encerrados.

26 Comentários