O que é inadimplência? Veja o que fazer

Se você tem mais de 18 anos e uma vida financeira ativa, provavelmente já ouviu falar da palavra inadimplência.

O medo da inadimplência ou o fato de ser um termo amplamente conhecido, já que milhões de brasileiros se encontram nessa situação, traz a importância de saber o que é ser inadimplente.

Quer saber o que é inadimplência? Acompanhe a leitura.

nome-negativado-indenização

Saiba tudo sobre inadimplência no Brasil

Um estudo realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em janeiro deste ano, aponta que aproximadamente 61,3 milhões de consumidores estão inscritos em cadastros de devedores, o que representa um crescimento de 1,38% em relação ao mesmo período do ano passado.

Em um segundo o estudo do mesmo órgão, o número de jovens entre 18 e 24 anos que se encontram na situação de inadimplência caiu cerca de 20% se comparado ao ano passado. Enquanto a taxa entre os idosos de 65 a 84 anos, aumentou 5,35% no volume de inadimplentes.

Uma das razões desse aumento se deu principalmente pelo hábito de “emprestar o nome”, ou seja, quando alguém faz um empréstimo através do nome de outra pessoa.

A prática se tornou comum já que muitos idosos aposentados são a única fonte de renda em suas famílias e a facilidade de acesso a empréstimos consignados estimula essa prática.

Você pode não ter parado para pensar nisso, mas seu nome pode estar nas listas de inadimplentes e você nem sabe!

Ou seja, seu nome pode estar sujo sem seu conhecimento, e isso pode prejudicar sua vida financeira e planos para o futuro.

Antes de qualquer coisa, o que é inadimplência?

Se você consultar em algum dicionário, o significado do termo é basicamente a falta de cumprimento de uma obrigação.

Na prática, o termo é relacionado principalmente ao não cumprimento do pagamento de contas e dívidas até determinada data de vencimento, e tem uma grande relação com o famoso nome sujo na praça.

O Serasa, principal órgão de proteção ao crédito, é uma empresa privada que reúne informações financeiras de milhares de pessoas e às fornece para diversas empresas e credores, que também tem poder para colocar o nome desses consumidores no cadastro de inadimplentes.

Além do Serasa, alguns outros órgãos como Boa Vista, SPC, e CCF também atuam nesse ramo, reunindo dados enviados por bancos, lojas e financeiras para dar mais agilidade nas relações de concessões de crédito. 

A inadimplência bancária é a principal responsável pela inscrição de pessoas nessas instituições.

Por ter uma alta demanda de crédito e uma variedade de serviços, como empréstimos, cartões de crédito e financiamentos, os bancos são campeões absolutos quando o assunto é endividamento. 

Soma-se a isso aos altos juros praticados por essas instituições e o descontrole financeiro de muitos desses clientes que, por vários motivos, não cumprem com o pagamento de suas dívidas e contas dentro do prazo estipulado.

Isso significa que se não pago uma dívida, meu nome automaticamente ficará sujo? 

A resposta é não!

Geralmente, as empresas possuem um prazo para informar aos órgãos de proteção ao crédito que o consumidor tem uma dívida.

Antes da negativação do nome, o consumidor é informado e um novo prazo para pagamento é estipulado.

Se após esse prazo não for feita a quitação da dívida, seu nome e CPF entram nos sistemas desses birôs e aí sim ficarão “sujos”.

Utilizando um exemplo prático, vamos pensar em uma situação onde nossa consumidora imaginária, aqui chamada de Roberta, faz uma compra em uma loja de roupas e parcela o valor em 4 vezes.

A primeira parcela é paga corretamente, mas a partir da segunda parcela em diante, Roberta deixa de cumprir com o compromisso dessa dívida por alguma razão específica, que geralmente é decorrente da falta de organização financeira

Algum tempo após o não pagamento da segunda parcela, ela será informada sobre a inadimplência e terá uma nova data para cumprimento da dívida.

Passada essa data e não havendo o pagamento, o nome da Roberta será encaminhado para esses órgãos de proteção ao crédito.

A consequência disso é que o nome da consumidora será disponibilizado para outras empresas que concedam crédito, impedindo que a Roberta possa pedir crédito novamente.

Além da inadimplência em si e do “nome sujo na praça“, um dos principais vilões nessas situações são as taxas de juros, que fazem com que essas dívidas virem verdadeiras bolas de neve conforme seguem sem ser pagas, aumentando muito seu valor final.

Dessa forma, ao tomarem ciência do valor que a dívida se tornou, muitos desses consumidores acabam empurrando negligenciando o problema, e depois já não sabem como limpar o nome sujo.

Posso ser prejudicado financeiramente por inadimplência?

Dentre as principais dificuldades que uma pessoa inadimplente pode encontrar, estão:

  • Realizar empréstimos;
  • Fazer novos cartões de crédito ou abrir uma conta corrente em um banco;
  • Solicitar financiamentos, seja de imóveis, automóveis ou qualquer outro tipo;
  • Suspensão de benefícios oferecidos pelas instituições financeiras;
  • Perda do poder de compra.

Além das dificuldades citadas, pode haver também a diminuição do Serasa Score.

Score é uma pontuação utilizada para classificar os consumidores em uma escala que vai de 0 a 1000, onde quanto mais próximo de 1000, maiores são as chances dessa pessoa ser um bom pagador(a) e, consequentemente, de ter um crédito aprovado.

O score é calculado com base em alguns comportamentos e uma série de informações relacionadas a vida financeira de determinada pessoa.

Você provavelmente pode estar se perguntando, mas como saber se meu nome está sujo? Como saber meu score?

Para saber a situação do seu nome junto ao Serasa, o portal Serasa Consumidor disponibiliza a consulta gratuita do seu CPF.

Se você nunca fez a consulta, você pode seguir nosso passos a passo de como consultar o score.

O site informa as dívidas que estão em seu nome, o valor, a data e a empresa na qual a dívida está em aberto.

Na mesma plataforma é possível consultar seu Serasa Score e conferir algumas dicas importantes de como melhorar sua pontuação!

Como me livrar da inadimplência e limpar meu nome?

Após a consulta, caso existam dívidas em seu nome, é muito importante estar atento para limpá-las o quanto antes. Ou seja, negociar e pagar a dívida o mais rápido possível.

A dica principal é entrar em contato diretamente com a empresa na qual a dívida está em aberto e negociar.

É importante estar atento à empresas que oferecem soluções mirabolantes para limpar seu nome. Normalmente, se tratam de fraudes e golpes que enganam pessoas!

Ao pagar a dívida, caso o valor seja alto e não seja possível quitar de uma vez, você pode conversar com a empresa e parcelar a dívida de acordo com o que for melhor para ambos.

Lembre-se que a empresa também sai ganhando se houver o pagamento. Por isso, é comum também fornecerem descontos para facilitar a quitação.

Passados 5 dias úteis do pagamento da primeira parcela, a empresa já deve solicitar a retirada do seu nome da lista de proteção ao crédito.

Inadimplência e nome negativado indevidamente

Pode acontecer ainda do seu nome ficar inadimplência por acidente ou erro de uma empresa. Isso é chamado de nome negativado indevidamente.

Em caso de nome negativado indevidamente, o consumidor pode ter direito a uma indenização por danos morais.

Monitorar e estar atento a essas informações sobre seu nome é de muita importância para que você esteja em dia com sua vida financeira!

Ter o nome limpo na praça é um grande beneficio para você, que não acumulará dividas e poderá contar com créditos de emergências e realizar planos futuros, como a compra de um carro ou da tão sonhada casa nova.

https://problemacomvoo.resolvvi.com/indique-e-ganhe

Agora que você sabe das desvantagens de ter uma vida financeira desorganizada e as dificuldades que uma pessoa negativada pode passar, que tal dar uma olhada nessas dicas que separamos de como organizar um planejamento financeiro?

Powered by Rock Convert

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!