O que é obsolescência programada? Entenda tudo sobre o assunto!

O que é obsolescência programada

O que é obsolescência programada? Você já ouviu falar nesse conceito? Então acompanhe este artigo para descobrir o que é isso!

Vivemos em um mundo capitalista no qual absorvemos informação o tempo todo, na mesma medida em que somos condicionados a consumir tudo ao nosso redor.

Mas nem sempre consumir é suficiente, porque a lógica capitalista condiciona o indivíduo a entender que sua felicidade e bem estar dependem do consumo em massa.

Portanto a obsolescência programada ganhou um papel fundamental dentro da sociedade contemporânea, mas você sabe o que é isso?

Se você quer entender o que é a obsolescência programada e no que isso interfere em nossa vida, acompanhe a leitura deste artigo!

Indenização GIF

O que é obsolescência programada?

Em resumo, a obsolescência programada, é uma técnica em que fabricantes forçam a compra de novos produtos.

Mesmo que os produtos os quais você possui estejam em perfeitas condições de funcionamento.

A também chamada obsolescência planejada, existe para fazer o consumidor pensar que precisa consumir produtos sem medidas.

Portanto, a indústria junto do mercado, passa a produzir e vender itens cujo término da vida útil deles já é certo.

Mas você deve se perguntar “o que é a obsolescência programada, de fato?”.

Para entender, vale lembrar que esse conceito surgiu entre 1929 e 1930, ou seja, durante a Grande Depressão.

Portanto visava incentivar um modelo de mercado baseado na produção em série e no consumo.

Isso porque ideia era recuperar a economia dos países naquele período em que a situação econômica era muito difícil.

E isso não é tão distante da nossa realidade, a exemplo do crédito facilitado entre os governantes os quais incentivam o consumo da população.

Continue a leitura para entender como funciona a obsolescência programada!

Como funciona a obsolescência programada?

Um dos casos mais famosos sobre essa prática foi a formação do Cartel Phoebus.

Com sediação em Genebra, teve a participação das principais fabricantes de lâmpadas da Europa e dos Estados Unidos.

O objetivo desse grupo era propor a redução de custos e da expectativa de vida das lâmpadas de 2,5 mil horas para mil horas.

Ou seja, a redução de vida útil do produto cairia mais do que a metade.

Se você ainda não conseguiu entender como funciona a lógica da obsolescência programada, resumiremos de forma mais simples com uma pergunta:

Você já teve a impressão de que seus produtos não são feitos para durar?

Seja de marca x, seja de preço y, todos nós já tivemos a sensação de que alguns produtos apresentam defeito muito rapidamente após certo tempo ou quantidade de vezes de uso.

O que tem sido muito comum nos últimos anos é o fato de que os produtos tornam-se ultrapassados pelo avanço tecnológico.

E é dessa forma que a obsolescência programada funciona!

Além disso, muitas vezes, é necessário uma substituição de sistema operacional ou por uma tomada que muda de padrão, por exemplo.

Entretanto isso pode ocorrer, inclusive, de forma intencional, o que gera o consumo forçado que falamos no início deste artigo, lembra?

Um nome sujo indevidamente te pegou de surpresa

A obsolescência programada, portanto, ocorre quando um produto vem de fábrica com a predisposição a se tornar “fora de moda” ou até mesmo parar de funcionar.

E tudo isso após um período específico de uso, certamente um tempo curto.

Como as empresas lançam produtos no mercado com um ritmo frenético, a obsolescência programada gera na mesma intensidade mais descartes e mais substituições.

Portanto isso gera mais prejuízos ao consumidor e mais resíduos (lixo) no meio ambiente. 

O que o cliente deve fazer quando sofrer com esse problema?

Pode parecer que não temos controle sobre essa realidade, mas a verdade é que existem algumas atitudes com as quais podemos contar para tentar evitar a obsolescência programada.

Vale lembrar também que ao sofrer com esse problema, seja porque um produto seu parou de funcionar, seja porque apresentou um problema, contate a empresa responsável.

Nesse sentido, faça uma pesquisa na internet e veja se encontra indícios de reclamações da mesma natureza no mesmo modelo do seu produto ou ano de fabricação.

Por fim, entre em contato com o fabricante ou assistência técnica autorizada para relatar o defeito que o seu produto apresentou.

Mas lembre-se, independentemente da empresa se dispor ou não a ajudá-lo com o seu problema, não deixe de buscar os seus direitos!

Quais são os direitos dos consumidores nos casos de obsolescência programada?

Até mesmo nesses casos, o consumidor recebe amparo pelo Código de Defesa do Consumidor.

Isso porque os problemas de funcionamento logo após o término da garantia são os famosos vícios ocultos

Ou seja, é um problema que aparece no produto ou no serviço que torna inviável seu uso. 

E como perceber esse problema? É simples, por meio de avaliação de uma assistência técnica autorizada ou de fatores óbvios, cujo próprio consumidor consegue perceber.

Isto é, como um celular que para de funcionar quatro meses após a compra, em razão da bateria.

Portanto se você identificou que um produto seu se encaixa nessa estratégia de obsolescência programada, fique atento aos seus direitos!

Nesses casos, o consumidor tem de 30 dias, para os bens não duráveis, a 90 dias, para bens duráveis, para oficializar uma reclamação.

Vale lembrar também que o prazo começa a contar a partir do momento em que o vício é identificado, de acordo com o artigo 26 do CDC. 

Mas para a realização de reparos fora da garantia ou não, os fabricantes têm o prazo de 30 dias.

Se você não conseguiu reparo para o seu produto dentro desse tempo, você tem algumas opções:

  1. Em primeiro lugar, o cliente pode tentar uma substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso;
  2. a restituição do valor pago pelo produto, com as devidas atualizações monetárias;
  3. ou optar pelo abatimento proporcional do preço.

De acordo com o artigo 32 do CDC, os fabricantes precisam manter peças de reposição de produtos por um período razoável de tempo, após o encerramento da fabricação daquele item. 

Agora que você entendeu o que é a obsolescência programada, conheça a Resolvvi e saiba como ajudamos na busca por seus direitos!

Conheça a Resolvvi

💡 Já parou para pensar no número de consumidores que nunca buscou seus direitos porque não os conhece bem ou acha que não vai dar em nada?

A Resolvvi é uma startup que tem como missão garantir o acesso à justiça para todos os brasileiros.

Este conteúdo é parte desse propósito e vai ajudar você a caminhar até os seus direitos como consumidor. Vamos com a gente?

Nos siga nas redes sociais:

E também faça parte da nossa comunidade de consumidores que não deixam barato e querem fazer justiça.