Pegar empréstimo e não pagar: O que acontece?

pegar empréstimo e não pagar
faça justiça com a resolvvi

Busca saber o que acontece se pegar empréstimo e não pagar? Então confira o nosso artigo e fique por dentro!

Comprar itens de alto valor, fazer reparos em casa, investir no seu negócio, para tudo isso um empréstimo pode ser muito útil, não é mesmo?

Além disso, muitos bancos e instituições financeiras têm oferecido empréstimos com condições tentadoras.

Porém, a data de pagamento das parcelas chegam e nem sempre o consumidor consegue arcar com os valores.

Daí a dúvida: “Pegar empréstimo e não pagar, o que pode acontecer?“.

De fato, as consequências não são nem um pouco agradáveis.

Pensando nisso, escrevemos este artigo para fornecer as principais informações sobre débitos com empréstimos.

Portanto, continue a leitura e saiba mais.

O que acontece, afinal, se pegar empréstimo e não pagar?

Que o essencial é pagar as contas em dia, todos sabemos.

Porém, muita gente cai em inadimplência com empréstimos.

Muito geralmente isso acontece por conta das muitas parcelas que pode possuir e, como também sabemos, há meses em que gastos emergenciais surgem sem aviso prévio.

E é quase que natural: se tirar de um lugar, faltará em outro.

Diante dessa possibilidade, não é difícil que consumidores se vejam com dúvidas sobre o que acontece se pegar empréstimo e não pagar, mesmo antes de pegar um.

A verdade é que ninguém quer ficar com dívidas, por mais inevitável que seja em alguns momentos da vida.

Portanto, partindo para o que pode acontecer se pegar empréstimo e não pagar, confira a seguir as consequências.

Consequências de pegar empréstimo e não pagar

Agora falaremos das consequências desta situação.

De antemão, indicamos que você as analise bem e leve em consideração se estiver pensando em pegar um empréstimo.

NOME NEGATIVADO

Como primeira e uma das mais temidas consequências de pegar um empréstimo e não pagar, citamos o nome negativado, ou “nome sujo”, como é popularmente conhecido.

Quando um cliente cai em inadimplência, o banco tem o direito de comunicar aos órgãos de proteção ao crédito sobre a dívida.

Quando isso acontece, o cliente será notificado sobre o prazo que ele terá para quitar a dívida com o banco.

Por mais que a dívida “caduque” em cinco anos, ainda assim você estará com o seu histórico financeiro marcado!

Se esse prazo não for cumprido, o nome será negativado.

E estar negativado traz outras consequências, como a restrição de crédito, a interrupção de certos negócios que estão em andamento, dificuldade de conseguir cartões de crédito, entre outros.

DIMINUIÇÃO DO SCORE

Se você pegar um empréstimo, não pagar e for negativado, o seu Score de crédito sofrerá uma queda considerável.

Isso porque a soma dos Scores se baseia no comportamento financeiro do consumidor.

E é partindo dos Scores que bancos e instituições financeiras ficam por dentro da sua reputação de bom ou mau pagador, para só então liberar crédito.

COBRANÇAS

Outro consequência desagradável de pegar empréstimo e não pagar são as cobranças.

Logo quando uma parcela entra em atraso, o banco ou os escritórios de cobrança já iniciam as ligações.

Além disso, quanto mais tempo passar, mais ligações de cobrança o cliente passará a receber.

PERDER O CONTROLE SOBRE A DÍVIDA

Primeiramente, devemos lembrar que os empréstimos pessoais possuem uma das taxas de juros mais altas que bancos podem oferecer.

Com taxas tão altas, é possível até que a dívida dobre em um ano!

Além disso, quanto mais tempo de atraso, mais juros e mais dificultoso se torna quitar a dívida de uma vez.

Desse modo, a depender da dívida, procure negociar com o banco o quanto antes, para que o valor não cresça tanto!

Para isso, na hora de negociar, é importante que o cliente tenha em mente um valor de parcela possível diante do orçamento disponível que possui, para evitar novos atrasos e novos problemas.

FICAR COM HISTÓRICO NEGATIVO COM O BANCO

Mesmo passados anos da dívida, caso você recorra ao mesmo banco novamente, ele terá o seu histórico de devedor como um impedimento para lhe conceder novo crédito.

E ter um histórico negativo com um banco não é nada conveniente, afinal é possível que um dia o cliente precise dos serviços daquele banco específico novamente.

BEM MATERIAL TOMADO

Esta é uma das consequências mais lamentáveis de pegar um empréstimo e não pagar.

Se a sua linha de crédito permitiu garantias por meio de imóveis, automóveis ou outros itens de valor, fique atento!

Isso porque, se você aceitou incluir um dos seus bens como garantia, pegou o empréstimo e não pagou, o banco pode tomar o bem de você!

Desse modo, o bem irá a leilão como forma de quitar a sua dívida.

Portanto, muito cuidado com os pagamentos nesses casos, os trate com muita prioridade.

E seu for negativado indevidamente?

Uma coisa é certeza: negativação indevida existe e é um problema que merece atenção.

Nome negativado indevidamente é quando uma empresa inscreve o nome do consumidor em um dos órgãos de proteção ao crédito por uma dívida que não foi feita por ele!

Quando isso acontece, o consumidor passa a sofrer com todas as restrições e impedimentos da negativação.

No entanto, se a dívida não é dele, isso é injusto, correto?

Sendo assim, o consumidor que teve o seu nome negativado indevidamente pode contar com dois direitos principais: a retirada com urgência da negativação e indenização por danos morais!

Se você for vítima desse problema, conte com a Resolvvi para fazer justiça!

Basta avaliar o seu caso grátis em nosso site e lhe ajudaremos com a entrada do pedido de indenização por danos morais.

Tudo é feito de forma online, sem burocracia e você só paga pelo serviço se ganhar!

Como negociar a minha dívida?

Se você pegou um empréstimo e não pagou, é possível que já tenha sofrido todas as consequências citadas anteriormente.

No entanto, se você quiser se redimir, faça isso o quanto antes.

Isso porque é possível negociar a dívida!

Existe a possibilidade de negociar diretamente com o banco ou nos feirões de negociação de dívidas de órgãos de proteção ao crédito, como o do Serasa.

Mas lembre-se: se for parcelar a dívida, só assuma parcelas que “caibam no seu bolso”, afinal não seria interessante entrar em inadimplência outra vez, concorda?

Para isso, um bom planejamento financeiro é mais do que bem vindo!

A Resolvvi pode lhe ajudar com a nossa planilha de planejamento financeiro, basta deixar o seu e-mail abaixo:

Conheça a Resolvvi

💡 Já parou para pensar no número de consumidores que nunca buscou seus direitos porque não os conhece bem ou acha que não vai dar em nada?

A Resolvvi é uma startup que tem como missão garantir o acesso à justiça para todos os brasileiros.

Este conteúdo é parte desse propósito e vai ajudar você a caminhar até os seus direitos como consumidor. Vamos com a gente?

Nos siga nas redes sociais:

E também faça parte da nossa comunidade de consumidores que não deixam barato e querem fazer justiça.