PLANTÃO RESOLVVI: Saiba tudo sobre o impacto do Coronavírus (COVID-19) no setor aéreo

Exija seus direitos sem sair de casa

ATUALIZADO 20/03/2020

Em relação a atual pandemia com o Coronavírus (Covid-19), todas as companhias aéreas e demais órgãos do país estão estipulando novas medidas preventivas para evitar que o vírus continue se espalhando. Por isso, a Resolvvi resolveu compilar todas as informações e novidades para que você fique por dentro de tudo o que está acontecendo. Acompanhe!

plantão resolvvi

Se estiver interessado sobre os últimos acontecimentos em relação à pandemia no setor aéreo, veja a nossa seção com diversos links abaixo:

Política da LATAM em relação ao Coronavírus (COVID-19) [ATUALIZADA]

A LATAM anunciou a suspensão de 70% dos seus voos, sendo 90% das rotas internacionais, e 40% das rotas nacionais. 

Veja aqui se o seu voo foi alterado ou não para seguir com a leitura desta postagem.

Voos alterados domésticos e internacionais

Alterar uma vez a data da sua viagem, para o mesmo destino e na mesma cabine, sem custos ou pagamento de diferenças tarifárias, para voar até 31 de dezembro de 2020;

Se o seu voo tem data até 31 de março de 2020 e por alguma razão você não poderá comparecer ao embarque, não se preocupe. Você pode reprogramar sua viagem em outro momento. Sua passagem será automaticamente revertida em crédito de mesmo valor para ser utilizado em futuras viagens até 31 de dezembro de 2020.

Se o seu voo original tem data a partir de 1º de abril de 2020 e você ainda não definiu quando poderá viajar, entre em contato com a gente antes da data de início da sua viagem original. Sua passagem será revertida em crédito de mesmo valor para ser utilizado em futuras viagens até 31 de dezembro de 2020.

Voos não alterados

Se você comprou a sua passagem até 14 de março de 2020 e a data do seu voo é até 30 de abril de 2020, você pode alterar uma vez sua passagem, sem multa, pagando apenas a diferença de tarifas, quando houver, para voar até 31 de dezembro de 2020;

Se o seu bilhete foi comprado entre os dias 15 e 31 de março de 2020, você pode alterar a sua reserva uma vez, sem multas, pagando apenas a diferença tarifária, quando houver, para voar até 31 de dezembre de 2020;

Se você ainda não definiu quando poderá viajar, entre em contato com a gente antes da data de início da sua viagem original. Sua passagem será revertida em crédito de mesmo valor para utilização em viagens futuras até 31 de dezembro de 2020.

Demais informações

Caso o cliente queira remarcar seu voo, o ideal é entrar em contato com um dos canais de atendimento direto com a LATAM. Mas atenção: em virtude da alta demanda, a companhia está dando prioridade de atendimento para viagens marcadas para até 72h!

Portanto, para evitar congestionar os canais, e conseguir que o máximo de pessoas sejam atendidas no menor tempo, o ideal é evitar buscar a remarcação antes de 72 horas de sua viagem.

Contato com a LATAM

Telefones para contato direto com a LATAM, que seguem em atendimento por 24 horas:

  • 0300 570 5700 – Acessível de todo o Brasil. (Custo de ligação local + impostos)
  • 4002 5700 – Número exclusivo para ligações a partir de capitais brasileiras. (Custo de ligação local + impostos.)
  • +55 11 4002 5700 – Número exclusivo Para ligações do exterior. (Custo de ligação internacional.)
  • 0800 555 500 – Número dedicado exclusivamente para atendimento a deficientes auditivos e de fala. Acessível de todo o Brasil. Ligação gratuita.

Está com dificuldade para resolver seu problema com voo? Entre contato com a Resolvvi através do e-mail: atendimento@resolvvi.com

Política da GOL em relação ao Coronavírus (COVID-19)

Segundo reportado no G1, hoje, 17, a Gol anunciou que vai suspender todas as suas operações internacionais entre a próxima segunda, 23, e o dia 30 de junho.

A companhia aérea trabalha com voos entre o Brasil e 11 países: Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru, República Dominicana, Suriname e Uruguai.

No mesmo comunicado, ela também anunciou que vai reduzir sua malha aérea entre 50% e 60%. A diminuição das atividades totais até meados de junho deve atingir entre 60% e 70%.

Relação de voos internacionais que serão cancelados pela Gol e quando a suspensão começa a entrar em vigor:

Argentina

  • Rio(Galeão)-Córdoba: voo 7613 – última operação – 22/3
  • Rio(Galeão)-Rosário: voo 7617 – última operação – 22/3
  • Rio(Galeão)-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 20/3
  • Guarulhos-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 21/3
  • Guarulhos-Mendoza: última operação 19/3
  • Recife-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 14/3
  • Natal (NAT)-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 16/3
  • Salvador-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 14/3
  • Fortaleza-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 14/3

Bolívia

  • Guarulhos-Santa Cruz de La Sierra: última operação 19/3

Chile

  • Guarulhos-Santiago: diurno (voos 7660 e 7663): última operação 20/3
  • Guarulhos-Santiago: voo 7662 – última operação 20/3; e voo 7661 – última operação 21/3
  • Santiago-Guarulhos: última operação 21/3 Recife-Santiago: última operação 14/3

Equador

  • Guarulhos-Quito: última operação 15/3.

Estados Unidos

  • Brasília-Orlando: última operação 20/3
  • Fortaleza-Orlando: última operação 20/3
  • Manaus-Orlando: última operação 14/3
  • Brasília-Miami: última operação 19/3

México

  • Brasília-Cancún: última operação 20/3

Paraguai

  • Assunção-Guarulhos: última operação 20/3

Peru

  • Guarulhos-Lima: última operação 15/3

República Dominicana

  • Guarulhos-Punta Cana: última operação 21/3

Suriname

  • Belém-Paramaribo: última operação 07/3

Uruguai

  • Recife-Montevidéu: última operação 21/3
  • Guarulhos-Montevidéu: voo 7632 – última operação 20/03; e voo 7727 – última operação 21/3
  • Guarulhos-Montevidéu: voos 7630 e 7631 – última operação 21/3
  • Rio(Galeão)-Montevidéu: última operação 19/3

Confira as outras medidas anunciadas pela companhia em relação ao Coronavírus (Covid-19):

Cancelamento de viagens

Passageiros terão permissão de cancelar os seus voos pela companhia. Em troca, a Gol disponibilizará o valor pago nas passagens como créditos para voos futuros. A validade dos créditos é de um ano, contado a partir da compra original do bilhete aéreo. 

Reembolsos

Caso o passageiro queira cancelar seu voo com a companhia, não haverá taxa de cancelamento. No entanto, vai depender da regra da tarifa escolhida. 

Remarcação

Passageiros que quiserem remarcar suas viagens também terão permissão da companhia. Não será cobrada uma taxa de remarcação, no entanto, ela só poderá ser feita dentro de 330 dias, a contar da data da compra. 

Compras

Passageiros que queiram obter passagens com a companhia, as políticas supracitadas serão aplicadas a todos os voos até o dia 14 de maio de 2020. 

Central de Atendimento da Gol

Para mais informações ou dúvidas, entre em contato com a companhia a partir do App Gol, site voegol.com.br, e Central de Atendimento no número 0300 115 2121.

Política da Azul em relação ao Coronavírus (COVID-19)

Se você adquiriu alguma passagem junto à Azul, fique atento às regras para voos Nacionais e Internacionais:

Remarcação para voos domésticos

Para as alterações de voos com previsão de realização até o dia 30 de setembro de 2020, a Azul disponibiliza a possibilidade de alterar o voo, desde que haja o pagamento de uma diferença tarifária (somente se houver), mas desde que o voo seja realizado até dia 30 de setembro de 2020

Cancelamento para voos domésticos

É possível realizar o cancelamento sem pagar qualquer taxa. O valor da passagem adquirida servirá como crédito para viagens futuras, que deverá ser utilizado em até 1 ano a contar da data de emissão do bilhete cancelado

Remarcação para voos internacionais

As regras referentes ao cancelamento ou alteração de voos internacionais se aplicam para clientes de/para Lisboa ou Porto, Estados Unidos e América do Sul previstos até o mês de setembro de 2020, esteja atento às regras:

  • As alterações de voos serão feitas sem qualquer cobrança de taxa, desde que o voo seja realizado até 30 de setembro de 2020

Cancelamento para voos internacionais

É possível realizar o cancelamento sem pagar qualquer taxa. O valor da passagem adquirida servirá como crédito para viagens futuras, que deverá ser utilizado em até 1 ano a contar da data de emissão do bilhete cancelado

Contato com a Azul

Para mais informações entre em contato a Central de Atendimento da Azul: (11) 4003-1118. Para reservas em Pontos ou Pontos+R$, ligue para (11) 4003-1141.

29 thoughts on “PLANTÃO RESOLVVI: Saiba tudo sobre o impacto do Coronavírus (COVID-19) no setor aéreo

  1. Estava com meu voo marcado para o dia 20 de janeiro. Estávamos em 5 pessoas da família que iria de férias pra Salvador, mas devido o aumento da doença no mês de janeiro e por ter 2 pessoas do grupo de risco na família, optamos por cancelar a viagem, só que pra remarcar ficava muito caro então decidimos optar pelo credito pra usar em outra oportunidade mas fiquei insatisfeita com o valor do crédito, após saber que uma tia que iria viajar 7 dias depois do nosso voo , conseguiu crédito integral da passagem dela. gostaria de saber se podem me ajudar nesse caso? obs: tanto o meu voo quanto o dela é pela a mesma empresa .

    1. Oi, Eldilceia. Obrigada pelo seu contato!

      Infelizmente, não podemos ajudar você com problemas na compra/emissão de passagens, pois atuamos com reivindicações por problemas com voos cancelados, atrasados, extravios de bagagem, dentre outros casos similares em que a Justiça entende que ocorreu dano moral passível de indenização.

      Para ajudar no seu caso, sugerimos a leitura desse artigo do nosso blog onde você pode entender um pouco mais sobre os seus direitos quanto ao reembolso de passagens: https://blog.resolvvi.com/reembolso-de-passagens/

  2. Olá. Quando eu estava na Alemanha, eu adquiri uma passagem de ida e volta (Frankfurt – Sao Paulo – Frankfurt). Consegui vir ao Brasil em Abril de 2020, porém, eu gostaria de ter retornado a Alemanha em Julho de 2020. Mas devido as restrições de viagens eu não pude ir a Alemanha novamente como turista, o que de fato é compreensível. A Lufthansa, devido a situação, não aceitou devolução do dinheiro e muito menos emissão de voucher. A proposta deles era deixar o bilhete em aberto e sem nenhuma taxa de cancelamento pois a restrição de voar era de minha parte. Porém, semana passada a Lufthansa contactou para remarcar a passagem mas eu tinha que pagar a diferença tarifária (que está praticamente o valor de uma passagem por qualquer outra companhia aérea). Como eu não quero remarcar as cegas, mesmo porque eu não pretendo viajar tão cedo. Sugeri um reembolso mas eles disseram que não irão reembolsar. O que eu faço para solicitar reembolso? Lembrando que eu comprei a passagem em um site alemão de terceira parte.

    1. Oi, Simone.

      A Resolvvi atua com reivindicações por problemas com voos cancelados, atrasados, extravios de bagagem, dentre outros casos similares em que a Justiça entende que ocorreu dano moral passível de indenização. Por isso, infelizmente não conseguimos lhe ajudar muito com cancelamento de passagens aéreas por conta do corona vírus, pois são casos caracterizados como fortuito externo, ou seja, motivos de força maior. Sentimos muito por isso!

      As condições de cancelamento e remarcação de passagens continuam sendo tratadas diretamente com as companhias aéreas.

      Qualquer dúvida a mais é só chamar!

  3. Bom dia, tinha um Bilhete (comprado por uma agência) para Australia no dia 17/março/2020 com a cia. Qantas, porém a fronteira do Chile fechou no mesmo dia 16/03, a agência entrou em contato com a cia. e teve a orientação abaixo e então decidi por não embarcar e aguardar a situação da pandemia se resolver.

    “No caso dos clientes com embarque até dia 31May20 que querem alterar, a reserva pode ser cancelada e remarcada sem multa, dentro da validade do bilhete, pagando eventual diferença de tarifa caso exista.
    Em caso de reembolso permanecem as regras do bilhete adquirido, ou seja, a multa será aplicada.
    Se o cliente preferir também pode deixar open e fazer nova reserva e reemissão mais para frente. Não se esqueça de observar a validade do bilhete e cobrar diferença de tarifa se necessário. – Qantas”

    Agora a agencia está em contato com a Qantas pedindo a extensão do prazo de remarcação, em vista que não temos no momento fronteiras abertas ou prazo pra essa liberação. A cia está irredutivel quanto a flexibilização para extensão de remarcação e está cobrando os seguintes valores:

    – Prazo para alteração ou pedido de reembolso 08/01/2021

    – Multa remarcação: U$ 200,00

    – Multa cancelamento: U$ 425,00

    Porém como é possível remarcar um voo que a Cia ainda não está voando o trecho inicialmente comprado somente divulgando possíveis prazos de reinicio (a Cia tem voos disponíveis para venda à partir de Abril, mas no portal IATA onde constam as regras para entrada, Turistas não estão permitidos ainda para entrada) e a fronteira da Australia permanece fechada.

    Poriam me ajudar com este caso?

    Obrigada

    Joelma do Carmo

  4. Bom dia, eu tinha uma viagem em família para Recife, na data de 11/04, devido a pandemia não pude embarcar. Desde então estou entrando em contato através da maxmilhas para remarcar os voos. No inicio disseram, que eu poderia usar o valor dos meus créditos da forma como eu quisesse, desde que a compra fosse feita dentro do prazo (ate 29/11/2020)no entanto, quando fui utiliza-los para comprar passagem para mim e minha esposa para outro destino, fui informado de que os valores deveriam ser utilizados apenas pelas pessoas na qual as passagens iniciais foram emitidas e utilizando apenas a mesma cia aérea(no caso é a GOL)… Mesmo Insatisfeito com o atendimento, continuei tentando realizar a compra das passagens, sendo assim com a mesma saída e destino, para as pessoas na qual comprei inicialmente, porem, a empresa não tem me dado suporte nenhum, há dias venho tentando fazer contato através de chat e email para poder finalizar a compra e não consigo nenhum respaldo da maxmilhas. Venho pesquisando o voo que desejo comprar, ele aparece com um valor X, mas na hora em que vou finalizar a compra através dos meus créditos a cobrança da diferença do voo é o dobro do valor que aparece nas buscas. Venho tentando contato através do chat, mas não consigo atendimento, no sábado dia 21/11 fiquei mais de 5 horas aguardando atendimento no chat e não obtive sucesso, meu prazo está acabando e não quero perder o valor que já paguei. Preciso de ajuda

  5. Vocês resolvem casos com a Expedia / British Airlines também? Comprei uma passagem antes da pandemia, alterei a mesma e paguei diferença tarifária, meu novo voo foi cancelado , solicitei o reembolso para Expedia, reembolsaram apenas o valor da passagem, o diferenca de tarifa não foi reembosada, 700 libras. Falei com a BA e eles me disseram que eu tenho direito mas tem que ser pelo expedia e expedia diz que não tenho direito pq a BA não reembolsa essa diferença de tarifa. Quando fiz a alteração mudei de executiva para 1a classe, é essa diferença de 700 libras que não expedia diz que BA não devolve.

    1. Oi, Gisele!

      Nós atuamos com a grande maioria dos voos internacionais, só é preciso que a Cia Aérea possua alguma representação no Brasil.

      Também é possível verificar se a companhia encontra-se na lista das Cias Aéreas que atendemos (https://www.resolvvi.com/companhias-aereas). Para as demais dúvidas relacionadas a problemas com voo, é só clicar em Perguntas Frequentes (https://www.resolvvi.com/perguntas-frequentes).

  6. Comprei uma passagem na 123 milhas para dia 06/10 por motivos de saúde não poderei mas viajar, pedi o cancelamento da passagem, mas eles falaram que eu não terei reembolso e a multa que eles tão cobrando é mais do que o dobro do valor que paguei na passagem, isso é um absurdo não sei mais o que eu faço

  7. Bom dia!
    Comprei meu voo pela Decolar. Minha viagem era dia 15 de março e a Azul cancelou o voo no dia 14 de março.
    Já se passaram 6 meses ea Decolar não me oferece uma opção que eu ache justa. quero remarcar meu voo, mas a Decolar so me oferece uma opção que tenho que pagar mais mil reais para remarcar.
    Não acho justo eu ter que desembolsar mais dinheiro por um problema que eu não tive culpa.
    Espero que vocês possam me dar alguma orientação.

  8. Tive duas passagens cancelada minha e do meu esposo no dia 01/04/2020 de lisboa para Vitoria pela agência edreams hoje ja são 01/08/2020 até agora não recebi o reembolso.
    Comprei novamente outra passagem pela runbo novamente mais dois bilhete faltando três dia pro vôo também de lisboa vitoria es paguei mais caro com direito a remarcação alem deles.cancelarem nosso vôo não nos deu direito a remarcação mandaram um e-mail que lamentavam mas que não tinha como remarcar e que eu ia ter o renbolso e fico so nisso não mandaram mais nada tive muito prejuízo não sei como fazer para receber este dinheiro estou. Desesperada

    1. Oi, Terezinha. Tudo bem?

      Como você adquiriu sua passagem através da agência de viagens/site de vendas de passagens, para esse tipo de caso, as próprias Companhias Aéreas emitiram comunicados oficiais orientando para que os consumidores entrem em contato não com as Companhias, e sim, com as prestadoras de serviço supracitadas, para solicitar o cancelamento ou remarcação das passagens.

      Porém, se você não está mais conseguindo contato com a Edreams, o melhor é entrar em contato diretamente com a companhia aérea para tentar uma solução para o seu caso. É importante comprovar através de emails ou números de protocolo que não conseguiu uma retorno satisfatório para a solução o seu problema ao entrar em contato com a Edreams, tudo bem?

  9. Boa tarde! Comprei minhas passagens pra Argentina( destinos multiplos sendo no total 4 voos) pela edestinos e fui informada que a cia Aerolíneas cancelou meu voo de ida e so me ofereceu opcoes de remarcaçao para ate junho de 2021. Nao posso viajar nesse periodo e queria a devoluçao das passagens com reembolso do que paguei. Porem me foi dito que a cia nao reembolsa as passagens apenas as taxas de embarque. Quais saos meus direitos nesse caso? Obrigada!

    1. Oi, Bárbara. Tudo bem?

      No caso de cancelamento de passagens, o passageiro tem direito a remarcação do voo sem custo, seguindo a política comercial da Aerolínea, podendo usar o seu bilhete por um período de 12 meses a contar da data da compra (https://www.aerolineas.com.ar/pt-br/landingsespeciales/landings/800_informacao-importante-coronavirus).

      Ou pode solicitar o reembolso das passagens, de acordo com as taxas cobradas pela companhia aérea (https://www.aerolineas.com.ar/pt-br/reservas-e-servicos/reembolso). Infelizmente, pode ser cobrada uma taxa de reembolso que até mesmo pode superar o valor da passagem original (e as taxas ficam bastante em aberto).

      Se achar que está sendo cobrada uma taxa abusiva, pode registrar uma reclamação no site consumidor.gov.br ou no Procon da sua cidade, lembrando que você de guardar todas as provas possíveis dos contatos realizados. Por isso, a dica é que toda a comunicação seja feita através de email.

      Como você adquiriu sua passagem através da agência de viagens Edestinos, para esse tipo de caso, as próprias Companhias Aéreas emitiram comunicados oficiais orientando para que os consumidores entrem em contato não com as Companhias, e sim, com as prestadoras de serviço supracitadas.

  10. Tive um voo cancelado pelo covid na avoanca, eles não devolveram o dinheiro e deram um voucher. Agora ela declarou falência e não conseguimos falar com ninguém quero ajuda

  11. Eu tinha uma viajem pra Salvador dia 10/06/2020 viajar atraves da azul. E meu vôo foi cancelado e até agora não consigo remarcar.

    1. Oi Cleane, tudo bem? De acordo com o que você descreveu, a melhor maneira de remarcar seu voo é entrando em contato com a empresa aérea por todos os canais disponíveis, desde e-mail, chat de atendimento, telefones e até mesmo WhatsApp (se tiver). Caso você tenha dificuldade de entrar em contato com a empresa ou não sabe exatamente o que argumentar, fala com nosso plantão de atendimento! Estamos disponíveis para tirar suas dúvidas sobre tudo que envolve viagens afetadas pelo Covid-19. Quer falar com nosso plantão? Clique aqui.

  12. Boa tarde!
    Comprei passagem para meu filho, de ida e volta pela Decolar, com direito a duas malas de até 23 k para despachar e dois volumes de mão, para São Petesbugo/Rússia em 21/12/19, para embarque 27/01/20 a ida e a volta para o dia30/06/20. A Decolar cancelou vôo de volta, uns 15 dias antes da data. Mas até agora não deu um vôo substituto, sendo que no site ela oferece vários vôos. Não consigo entrar em contato por telefone, fiquei horas aguardando ser atendida no 0800-7216527 e também no (11)4632-1200. O único canal que oferece para conversar é o Face e demora muito pra responder. Meu filho já terminou o intercâmbio que foi fazer, já venceu o visto de estudante e teve que renovar, o Seguro viagem também venceu e renovamos até dia 17/07. Ele está com gastos extras, que não foram previstos e ainda paga alimentação e o alojamento da faculdade, mas terá que desocupar até o início do próximo semestre. E nada da Decolar oferecer alternativas para o retorno. Sabemos que a pandemia provocou certas modificações, mas a falta de atenção está demais. Quero que ela coloque meu filho num vôo de volta ao Brasil, com as mesmas condições contratadas e sem despesas adicionais por conta dessa mudança. Vôo do dia 15/07 para São Paulo, vindo de São Petesburgo estão no site,Quero que meu filho venha num deles.

  13. Bom dia comprei uma passagem antecipadamente para março/2020 no Decolar.com, empresa aérea Azul, Brasília/rio/Brasília.
    Antes da data do voo e por conta da pandemia, não utilizei o trecho, e a empresa aérea mudou também o horário do voo. Segui as orientações da Decolar e previamente a data do voo solicitei a alteração de data, sendo que agora em junho a Decolar me enviou mensagem informando que não mais alterará a data. Tentei o reembolso e cobraram multa de valor praticamente equivalente ao da passagem. O que poderia ser feito? Não consigo contato com a Decolar. Muito obrigado!

    1. Oi Fernando, tudo bem?
      A partir do que você descreveu, já foi realizada uma alteração na data da viagem por conta da pandemia, certo? Infelizmente, só é possível realizar uma única alteração da passagem, de acordo com a ANAC. No entanto, por se tratar de uma situação de forma maior, você deve entrar em contato com a companhia aérea e descrever todo o problema, com todas as provas que você tiver (comprovantes de pagamento da passagem, trocas de e-mails, etc). Como a Decolar não te respondeu, você pode sim contatar a companhia aérea e pedir uma solução. Caso nem a decolar e nem a companhia te retorne com uma solução justa, você pode entrar com uma reclamação formal no consumidor.gov, certo? Caso você tenha outras dúvidas, é só nos chamar!

  14. Tenho passagem agendada para 21/08/20, porém em virtude da pandemia, decidi cancelar a viagem. Comprei a ida pelo submarino e a volta pela TAP. No bilhete da volta, consegui o reembolso da TAP gerando um voucher no mesmo valor para ser utilizado em 2 anos. Já com a submarino, eles querem que eu assine um termo de anuência em que eu esteja ciente de que o voucher gerado tem validade de 1 ano e eu só posso utilizar para o mesmo trecho , sem alteração da sazonalidade e respeitando os feriados, o que achei um absurdo (e se eu quiser viajar para outro lugar mesmo pagando a diferença? e se eu quiser viajar na baixa estação?)

    1. Oi Rebeca, tudo bem?
      De acordo com a ANAC, e regra geral para remarcação de passagens é gerar o crédito para até 1 ano. No caso da TAP, talvez eles tenham estendido o prazo por conta do contexto da pandemia, como uma cortesia para os clientes e para evitar um volume maior de cancelamentos. Porém, você pode sim viajar na baixa estação! Quem compra passagens para a alta estação pode dando marcar sua viagem para a alta como para baixa. Se for o contrário, comprando a passagem na baixa estação e querendo viajar na baixa, você paga adicional. Espero que nossa informação tenha sido útil. Um abraço dos seus amigos da Resolvvi.

  15. Comprei minhas passagens pela max milhas. E nunca obtive respostas sobre o cancelamento. Já pedi solicitação desde de 19.03

    1. Oi, Edyllan. Boa noite. Você já conseguiu resolver seu problema com a MaxMilhas? Se não, entre em contato com nosso Plantão Resolvvi, nosso time vai te ajudar com possíveis soluções, basta clicar aqui.

  16. Em janeiro de 2020, comprei um bilhete internacional pela GOL para embarque em julho de 2020. Conforme o site da companhia indica como politica de remarcação: “Se preferir, poderá remarcar sua viagem para qualquer período dentro de 330 dias, a contar da data da compra. A taxa de remarcação não será cobrada, incidindo apenas a diferença entre as tarifas, se houver” . Em entrevista com uma autoridade (não sei informar se ANAC ou Procon), veiculada na Rede Globo, informa que a data base para calculo do tempo findo para remarcação seria a data do voo. Qual o direito do consumidor o período entre a compra e o tempo limite da remarcação ou o período entre a data do voo e o tempo limite da remarcação?

    1. Oi, Edinete. Boa noite! Pedimos desculpas por não ter te respondido prontamente. De acordo com sua descrição, você tem duas opções: 1) Cancelar a viagem com emissão de voucher pra utilizar o valor do bilhete depois. Isso não tem qualquer custo adicional, nem taxa e nem multa. Ou 2) Cancelar e pedir o reembolso em dinheiro. Nesse caso, você pagará multa e tarifa contratual, e o restante do valor, descontadas essas taxas, vai ser devolvido em até 12 meses. Se você tiver outras dúvidas, entra em conato com nosso Plantão Resolvvi para um atendimento mais detalhado e possíveis soluções, basta clicar aqui.

  17. Eu tinha uma viagem par Lisboa em 16/03/20 pela cia azul ,sendo que os bilhetes foram comprados pela agência decolar,a azul não quis fazer a alteração porque foi comprada pela decolar eu fiz o cancelamento com penalidades tendo prejuízos,será se eu for para à justiça terei algum direitos?foi compra parcelada sendo que o parcelamento vem na fatura a cobrança pela azul e a mesta está fazendo alteração sem custo

    1. Oi, Rita. Boa noite! Você já conseguiu resolver seu problema? Pedimos desculpas por não ter respondido prontamente. Infelizmente não conseguimos entender muito bem seu problema através do que você relatou. Você também pode entrar em contato com nosso Plantão Resolvvi para uma orientação mais detalhada e com possíveis soluções. Só clicar aqui.

Comments are closed.