PLANTÃO RESOLVVI: Saiba tudo sobre o impacto do Coronavírus (COVID-19) no setor aéreo

ATUALIZADO 20/03/2020

Em relação a atual pandemia com o Coronavírus (Covid-19), todas as companhias aéreas e demais órgãos do país estão estipulando novas medidas preventivas para evitar que o vírus continue se espalhando. Por isso, a Resolvvi resolveu compilar todas as informações e novidades para que você fique por dentro de tudo o que está acontecendo. Acompanhe!

plantão resolvvi

Mas antes, quer saber como a Resolvvi pode ajudar você com o seu voo durante a pandemia do Coronavírus? Clique aqui e fale conosco!

Se estiver interessado sobre os últimos acontecimentos em relação à pandemia no setor aéreo, veja a nossa seção com diversos links abaixo:

 

Política da LATAM em relação ao Coronavírus (COVID-19) [ATUALIZADA]

A LATAM anunciou a suspensão de 70% dos seus voos, sendo 90% das rotas internacionais, e 40% das rotas nacionais. 

Veja aqui se o seu voo foi alterado ou não para seguir com a leitura desta postagem.

Voos alterados domésticos e internacionais

Alterar uma vez a data da sua viagem, para o mesmo destino e na mesma cabine, sem custos ou pagamento de diferenças tarifárias, para voar até 31 de dezembro de 2020;

Se o seu voo tem data até 31 de março de 2020 e por alguma razão você não poderá comparecer ao embarque, não se preocupe. Você pode reprogramar sua viagem em outro momento. Sua passagem será automaticamente revertida em crédito de mesmo valor para ser utilizado em futuras viagens até 31 de dezembro de 2020.

Se o seu voo original tem data a partir de 1º de abril de 2020 e você ainda não definiu quando poderá viajar, entre em contato com a gente antes da data de início da sua viagem original. Sua passagem será revertida em crédito de mesmo valor para ser utilizado em futuras viagens até 31 de dezembro de 2020.

Voos não alterados

Se você comprou a sua passagem até 14 de março de 2020 e a data do seu voo é até 30 de abril de 2020, você pode alterar uma vez sua passagem, sem multa, pagando apenas a diferença de tarifas, quando houver, para voar até 31 de dezembro de 2020;

Se o seu bilhete foi comprado entre os dias 15 e 31 de março de 2020, você pode alterar a sua reserva uma vez, sem multas, pagando apenas a diferença tarifária, quando houver, para voar até 31 de dezembre de 2020;

Se você ainda não definiu quando poderá viajar, entre em contato com a gente antes da data de início da sua viagem original. Sua passagem será revertida em crédito de mesmo valor para utilização em viagens futuras até 31 de dezembro de 2020.

Demais informações

Caso o cliente queira remarcar seu voo, o ideal é entrar em contato com um dos canais de atendimento direto com a LATAM. Mas atenção: em virtude da alta demanda, a companhia está dando prioridade de atendimento para viagens marcadas para até 72h!

Portanto, para evitar congestionar os canais, e conseguir que o máximo de pessoas sejam atendidas no menor tempo, o ideal é evitar buscar a remarcação antes de 72 horas de sua viagem.

Contato com a LATAM

Telefones para contato direto com a LATAM, que seguem em atendimento por 24 horas:

  • 0300 570 5700 – Acessível de todo o Brasil. (Custo de ligação local + impostos)
  • 4002 5700 – Número exclusivo para ligações a partir de capitais brasileiras. (Custo de ligação local + impostos.)
  • +55 11 4002 5700 – Número exclusivo Para ligações do exterior. (Custo de ligação internacional.)
  • 0800 555 500 – Número dedicado exclusivamente para atendimento a deficientes auditivos e de fala. Acessível de todo o Brasil. Ligação gratuita.

Ainda não conseguiu resolver o seu problema com a Latam? Veja aqui como podemos te ajudar! 

Política da GOL em relação ao Coronavírus (COVID-19)

Segundo reportado no G1, hoje, 17, a Gol anunciou que vai suspender todas as suas operações internacionais entre a próxima segunda, 23, e o dia 30 de junho.

A companhia aérea trabalha com voos entre o Brasil e 11 países: Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Estados Unidos, México, Paraguai, Peru, República Dominicana, Suriname e Uruguai.

No mesmo comunicado, ela também anunciou que vai reduzir sua malha aérea entre 50% e 60%. A diminuição das atividades totais até meados de junho deve atingir entre 60% e 70%.

Relação de voos internacionais que serão cancelados pela Gol e quando a suspensão começa a entrar em vigor:

Argentina

  • Rio(Galeão)-Córdoba: voo 7613 – última operação – 22/3
  • Rio(Galeão)-Rosário: voo 7617 – última operação – 22/3
  • Rio(Galeão)-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 20/3
  • Guarulhos-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 21/3
  • Guarulhos-Mendoza: última operação 19/3
  • Recife-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 14/3
  • Natal (NAT)-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 16/3
  • Salvador-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 14/3
  • Fortaleza-Buenos Aires (Ezeiza): última operação 14/3

Bolívia

  • Guarulhos-Santa Cruz de La Sierra: última operação 19/3

Chile

  • Guarulhos-Santiago: diurno (voos 7660 e 7663): última operação 20/3
  • Guarulhos-Santiago: voo 7662 – última operação 20/3; e voo 7661 – última operação 21/3
  • Santiago-Guarulhos: última operação 21/3 Recife-Santiago: última operação 14/3

Equador

  • Guarulhos-Quito: última operação 15/3.

Estados Unidos

  • Brasília-Orlando: última operação 20/3
  • Fortaleza-Orlando: última operação 20/3
  • Manaus-Orlando: última operação 14/3
  • Brasília-Miami: última operação 19/3

México

  • Brasília-Cancún: última operação 20/3

Paraguai

  • Assunção-Guarulhos: última operação 20/3

Peru

  • Guarulhos-Lima: última operação 15/3

República Dominicana

  • Guarulhos-Punta Cana: última operação 21/3

Suriname

  • Belém-Paramaribo: última operação 07/3

Uruguai

  • Recife-Montevidéu: última operação 21/3
  • Guarulhos-Montevidéu: voo 7632 – última operação 20/03; e voo 7727 – última operação 21/3
  • Guarulhos-Montevidéu: voos 7630 e 7631 – última operação 21/3
  • Rio(Galeão)-Montevidéu: última operação 19/3

Confira as outras medidas anunciadas pela companhia em relação ao Coronavírus (Covid-19):

Cancelamento de viagens

Passageiros terão permissão de cancelar os seus voos pela companhia. Em troca, a Gol disponibilizará o valor pago nas passagens como créditos para voos futuros. A validade dos créditos é de um ano, contado a partir da compra original do bilhete aéreo. 

Reembolsos

Caso o passageiro queira cancelar seu voo com a companhia, não haverá taxa de cancelamento. No entanto, vai depender da regra da tarifa escolhida. 

Remarcação

Passageiros que quiserem remarcar suas viagens também terão permissão da companhia. Não será cobrada uma taxa de remarcação, no entanto, ela só poderá ser feita dentro de 330 dias, a contar da data da compra. 

Compras

Passageiros que queiram obter passagens com a companhia, as políticas supracitadas serão aplicadas a todos os voos até o dia 14 de maio de 2020. 

Central de Atendimento da Gol

Para mais informações ou dúvidas, entre em contato com a companhia a partir do App Gol, site voegol.com.br, e Central de Atendimento no número 0300 115 2121.

Ainda não conseguiu resolver o seu problema com a Gol? Veja aqui como podemos te ajudar! 

Política da Azul em relação ao Coronavírus (COVID-19)

Se você adquiriu alguma passagem junto à Azul, fique atento às regras para voos Nacionais e Internacionais:

Remarcação para voos domésticos

Para as alterações de voos com previsão de realização até o dia 30 de setembro de 2020, a Azul disponibiliza a possibilidade de alterar o voo, desde que haja o pagamento de uma diferença tarifária (somente se houver), mas desde que o voo seja realizado até dia 30 de setembro de 2020

Cancelamento para voos domésticos

É possível realizar o cancelamento sem pagar qualquer taxa. O valor da passagem adquirida servirá como crédito para viagens futuras, que deverá ser utilizado em até 1 ano a contar da data de emissão do bilhete cancelado

Remarcação para voos internacionais

As regras referentes ao cancelamento ou alteração de voos internacionais se aplicam para clientes de/para Lisboa ou Porto, Estados Unidos e América do Sul previstos até o mês de setembro de 2020, esteja atento às regras:

  • As alterações de voos serão feitas sem qualquer cobrança de taxa, desde que o voo seja realizado até 30 de setembro de 2020

Cancelamento para voos internacionais

É possível realizar o cancelamento sem pagar qualquer taxa. O valor da passagem adquirida servirá como crédito para viagens futuras, que deverá ser utilizado em até 1 ano a contar da data de emissão do bilhete cancelado

Contato com a Azul

Para mais informações entre em contato a Central de Atendimento da Azul: (11) 4003-1118. Para reservas em Pontos ou Pontos+R$, ligue para (11) 4003-1141.

Ainda não conseguiu resolver o seu problema com a Azul? Veja aqui como podemos te ajudar! 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

11 Comentários

  1. Avatar Rita junger disse:

    Eu tinha uma viagem par Lisboa em 16/03/20 pela cia azul ,sendo que os bilhetes foram comprados pela agência decolar,a azul não quis fazer a alteração porque foi comprada pela decolar eu fiz o cancelamento com penalidades tendo prejuízos,será se eu for para à justiça terei algum direitos?foi compra parcelada sendo que o parcelamento vem na fatura a cobrança pela azul e a mesta está fazendo alteração sem custo

    • Giovanna Damasceno da Resolvvi Giovanna Damasceno da Resolvvi disse:

      Oi, Rita. Boa noite! Você já conseguiu resolver seu problema? Pedimos desculpas por não ter respondido prontamente. Infelizmente não conseguimos entender muito bem seu problema através do que você relatou. Você também pode entrar em contato com nosso Plantão Resolvvi para uma orientação mais detalhada e com possíveis soluções. Só clicar aqui.

  2. Avatar Editinete disse:

    Em janeiro de 2020, comprei um bilhete internacional pela GOL para embarque em julho de 2020. Conforme o site da companhia indica como politica de remarcação: “Se preferir, poderá remarcar sua viagem para qualquer período dentro de 330 dias, a contar da data da compra. A taxa de remarcação não será cobrada, incidindo apenas a diferença entre as tarifas, se houver” . Em entrevista com uma autoridade (não sei informar se ANAC ou Procon), veiculada na Rede Globo, informa que a data base para calculo do tempo findo para remarcação seria a data do voo. Qual o direito do consumidor o período entre a compra e o tempo limite da remarcação ou o período entre a data do voo e o tempo limite da remarcação?

    • Giovanna Damasceno da Resolvvi Giovanna Damasceno da Resolvvi disse:

      Oi, Edinete. Boa noite! Pedimos desculpas por não ter te respondido prontamente. De acordo com sua descrição, você tem duas opções: 1) Cancelar a viagem com emissão de voucher pra utilizar o valor do bilhete depois. Isso não tem qualquer custo adicional, nem taxa e nem multa. Ou 2) Cancelar e pedir o reembolso em dinheiro. Nesse caso, você pagará multa e tarifa contratual, e o restante do valor, descontadas essas taxas, vai ser devolvido em até 12 meses. Se você tiver outras dúvidas, entra em conato com nosso Plantão Resolvvi para um atendimento mais detalhado e possíveis soluções, basta clicar aqui.

  3. Avatar Edyllan Soares Lima - disse:

    Comprei minhas passagens pela max milhas. E nunca obtive respostas sobre o cancelamento. Já pedi solicitação desde de 19.03

    • Giovanna Damasceno da Resolvvi Giovanna Damasceno da Resolvvi disse:

      Oi, Edyllan. Bom dia! Você já conseguiu realizar o cancelamento ou remarcação da sua passagem? Caso você ainda esteja com problemas, entre em contato com nosso Plantão Resolvvi, através do link http://bit.ly/resolvvi_info_covid19.

    • Giovanna Damasceno da Resolvvi Giovanna Damasceno da Resolvvi disse:

      Oi, Edyllan. Boa noite. Você já conseguiu resolver seu problema com a MaxMilhas? Se não, entre em contato com nosso Plantão Resolvvi, nosso time vai te ajudar com possíveis soluções, basta clicar aqui.

  4. Avatar REBECA disse:

    Tenho passagem agendada para 21/08/20, porém em virtude da pandemia, decidi cancelar a viagem. Comprei a ida pelo submarino e a volta pela TAP. No bilhete da volta, consegui o reembolso da TAP gerando um voucher no mesmo valor para ser utilizado em 2 anos. Já com a submarino, eles querem que eu assine um termo de anuência em que eu esteja ciente de que o voucher gerado tem validade de 1 ano e eu só posso utilizar para o mesmo trecho , sem alteração da sazonalidade e respeitando os feriados, o que achei um absurdo (e se eu quiser viajar para outro lugar mesmo pagando a diferença? e se eu quiser viajar na baixa estação?)

    • Giovanna Damasceno da Resolvvi Giovanna Damasceno da Resolvvi disse:

      Oi Rebeca, tudo bem?
      De acordo com a ANAC, e regra geral para remarcação de passagens é gerar o crédito para até 1 ano. No caso da TAP, talvez eles tenham estendido o prazo por conta do contexto da pandemia, como uma cortesia para os clientes e para evitar um volume maior de cancelamentos. Porém, você pode sim viajar na baixa estação! Quem compra passagens para a alta estação pode dando marcar sua viagem para a alta como para baixa. Se for o contrário, comprando a passagem na baixa estação e querendo viajar na baixa, você paga adicional. Espero que nossa informação tenha sido útil. Um abraço dos seus amigos da Resolvvi.

  5. Avatar Fernando disse:

    Bom dia comprei uma passagem antecipadamente para março/2020 no Decolar.com, empresa aérea Azul, Brasília/rio/Brasília.
    Antes da data do voo e por conta da pandemia, não utilizei o trecho, e a empresa aérea mudou também o horário do voo. Segui as orientações da Decolar e previamente a data do voo solicitei a alteração de data, sendo que agora em junho a Decolar me enviou mensagem informando que não mais alterará a data. Tentei o reembolso e cobraram multa de valor praticamente equivalente ao da passagem. O que poderia ser feito? Não consigo contato com a Decolar. Muito obrigado!

    • Giovanna Damasceno da Resolvvi Giovanna Damasceno da Resolvvi disse:

      Oi Fernando, tudo bem?
      A partir do que você descreveu, já foi realizada uma alteração na data da viagem por conta da pandemia, certo? Infelizmente, só é possível realizar uma única alteração da passagem, de acordo com a ANAC. No entanto, por se tratar de uma situação de forma maior, você deve entrar em contato com a companhia aérea e descrever todo o problema, com todas as provas que você tiver (comprovantes de pagamento da passagem, trocas de e-mails, etc). Como a Decolar não te respondeu, você pode sim contatar a companhia aérea e pedir uma solução. Caso nem a decolar e nem a companhia te retorne com uma solução justa, você pode entrar com uma reclamação formal no consumidor.gov, certo? Caso você tenha outras dúvidas, é só nos chamar!